0
2 In Empoderamento

Quarentena Literária | Clube do Livro

Todo mundo em isolamento social, vivendo as agruras desse tempo e testando a nossa sanidade mental.

Eu acredito que as poucas coisas que tem o poder de mudar nosso estado de espírito são: a imaginação e um bom amigo por perto.

Quem nunca viajou, literalmente, lendo ou assistindo um bom filme, ouvindo uma boa música? Quem, mesmo em um momento de caos, nunca gargalhou com algum amigo querido contando uma piada sem graça?

Por isso a ideia de uma quarentena literária, um clube do livro com a Carol me pareceu um remédio necessário para esses dias.

Os dias aqui tem sido longos, difíceis e já duram mais que uma quarentena. Lesionei o pé em Fevereiro e desde então quase não saio de casa e não vejo pessoas além da família. Antes da pandemia a Carol vinha me visitar quase todo dia e me incentivou a ler muito mais agora.

Além da pessoa famosa, a Carol, Candelário pra mim, é minha amiga no sentido puro da palavra.

Amizade sem quê nem por quê, entre duas pessoas bem diferentes, mas que tem em comum o que é essencial nessa vida.

A Carol é a pessoa que mais me inspirou desde que entrou na minha vida. Eu não queria novos amigos, amizade na vida adulta não é igual na adolescência e tá tudo bem.

Mas, a convivência com ela me fez me abrir para essa amizade com muita bondade. Hoje eu sei que ela é responsável por ressuscitar um lado meu que eu suprimia a todo custo. Carol é bondosa, gentil e me ajuda a ser muito mais eu. Com certeza essa é a coisa mais bonita da nossa amizade! Podemos ser juntas, integralmente, cada vez mais nós mesmas.

Ela tenta me puxar para ser mais leve e jovem (FitDance, academia e etc.). Eu puxo ela para ser mais séria e velha (vinho, restaurantes, mercado).

Verdade seja dita, tadinha da Carol 😄.

Fazemos tudo isso juntas, conversando sobre tudo, em todos os canais e o tempo todo. Se tem uma coisa que a gente faz é conversar, já trocamos referências de tanta coisa que não dá para catalogar.

E os livros? Bom eles estão nos nossos gostos em comum. Ela é a a única pessoa que leu meu livro favorito da vida, mesmo ele sendo bem filosófico (chato).

A gente já ficou horas falando de livros sentadas na padaria. Foi num desses dias que eu sugeri que seria legal fazer algo parecido na internet. Mas, a ideia do clube do livro foi dela, do nada, no meio do dia ela disse vamos fazer? Eu só topei!

As regras são da Carol pra fazer funcionar porque ela tem experiência em clubes do livro.

  • Teremos lives as terças e quintas, 21h30/22h30.
  • Leremos 1 livro por mês no clube (ou mais dependendo do ritmo).
  • Os livros serão escolhidos por votação no perfil @Biblioteca Caramelo.
  • Vamos trazer sempre livros acessíveis, baseadas no nosso gosto pessoal.
  • Temos um grupo no Telegram para dar updates das leituras.

Além dos livros vamos ter indicações de materiais complementares – igualzinho fazemos entre nós duas. Assim sua leitura vai ser ainda mais viva e próxima da gente!

As análises serão pessoais, ok? Professora mesmo só a Carol! A ideia é compartilhar nossos devaneios literários e usar a leitura para nos aproximar.

Se você não gosta de ler pode gostar de assistir a conversa, mas recomendo que tente ler com a gente!
Ah, a cada livro novo vou escrever aqui no blog sobre o autor e um resumo da obra com todos os links complementares.

Já temos o primeiro livro é o conto O Curioso Caso de Benjamin Button. Essa semana tem resenha dele aqui no blog e a live na quinta para papear sobre esse conto curtinho de ler.

Perdi um tio querido nessa semana, penso na tristeza dos meus primos porque conheço a dor de perder o pai… Penso na minha tia e na minha mãe. Eu não posso aliviar a dor deles, mas daqui do alto da minha inutilidade espero poder levar algum conhecimento útil pra quem me assiste e incentivar a sermos, de certo modo, produtivos enquanto a vida nos permite ser. Descanse em paz tio Roberto!

You Might Also Like

2 Comments

  • Reply
    O curioso caso de Benjamin Button de F. Scott Fitzgerald |
    abril 1, 2020 at 1:01 pm

    […] a quarentena literária, deixe-me contar mais do livrinho […]

  • Reply
    Admirável Mundo Novo de Aldous Huxley | Lis | Lifestyle | Girl Power |
    abril 7, 2020 at 3:47 am

    […] ideia de ler uma distopia não foi minha, mas só pude concordar que o tempo que vivemos merece uma dose de […]

  • Let's talk!