0
0 In Empoderamento

Organizar a vida

carros estacionados na garagem, o dia que iniciou essa ideia de começar a organizar a vida

Duas semanas atrás eu estava com hóspedes em casa e uma cena cotidiana me rendeu uma reflexão sobre organizar a vida.

Na euforia do final de semana, chegamos todos em casa e, pronto, não cabiam os carros na garagem.

Olhei por uns segundos com cara de quem sabia o que tava fazendo, mas não sabia… Por sorte, tinha alguém ali que sabia o que fazer; 2 minutos, todos os carros acomodados, em uma organização nível Tetris.Gif animado mostrando ônibus se encaixando

Nunca havia colocado 3 carros grandes na garagem de casa, provavelmente, se eu estivesse sozinha, não conseguiria nem manobrar um que era idêntico ao meu; muito menos colocar outro sedan na frente.

jogo Tetris

Sempre fui péssima no Tetris!

O que isso tem a ver com organizar a vida?

Minha mãe diz que depois de qualquer mudança o primeiro passo é: organizar!

2019 foi um ano calmo, se comparado aos meus dois anos anteriores. Todo sofrimento externo que me torturava foi ficando pra trás, fui vivendo altos e baixos até que chegou uma calmaria  por aqui.

Foi então que chegou a hora, agora mesmo, que me perguntei se era calmaria ou comodismo.

Respondo sem (com) vergonha: comodismo!

Eu me acomodei em tantas coisas boas e ruins nesse ano. Na família, com os amigos, na rotina sem rotina, em casa, no trabalho e na faculdade.

Logo eu? Toda cheia de querer ser a ativa, planejadora e os caramba. Fui me acomodando a ficar bem na merda depois de 2017 e 2018.

Passou tanto tempo e só agora eu vi que preciso começar a organizar a vida.

Organizar a vida toooodaaaaa mesmo!

Desde os espaços vazios, dos móveis que estão saindo da minha casa nos próximos dias, até meus novos cursos para concluir.

Foi pensando nisso que lembrei do dia dos carros.

Naquela dia eu dei a chave na mão de uma pessoa que sabia o que estava fazendo. Ele foi lá, acertou meu carro, outro carro e depois o outro… Eu fiquei de lado, olhando, porquê né? A gente confia desconfiando, mas deu certo.

Lembrei que em 2018, no auge de toda merda que me aconteceu, eu fiz a mesma coisa para organizar a casa. Arrumei uma pessoa de confiança, que eu podia pagar, para manter meus gatos vivos e a casa em ordem.

Depois de um tempo, essa pessoa virou meu coração em casa. Ela que organizou tudo lá, eu fui dando as diretrizes, dizendo o que poderia sair e ela ia lá e tirava. Hoje, ela sabe quem entra e sai, o que tem lá dentro e cuida de todas as minhas coisas.

Teve momentos dela ter que me tirar da cama, arrastada, mas eu levantava e ia trabalhar. Graças a essa ajuda eu me dei conta que, mesmo não conscientemente, eu já havia começado a organizar a vida.

Mesmo terceirizando, pagando para alguém fazer, foi assim que eu consegui me colocar no caminho.

Hoje, ainda está tudo uma bagunça desde a vida financeira a acadêmica, ainda não tenho rotina nenhuma. Mas, me sinto mais feliz com essa bagunça, com a zona dos carros lá em casa, com a Iandressa cuidando de tudo que eu não quero cuidar.

Por isso, se eu fosse responder, como começar a organizar a vida, eu diria:

  • Peça ajuda e confie em Deus, há pessoas boas no mundo ainda.
  • Se coloque em movimento, mesmo arrastada.
  • Faça uma coisa de cada vez e tudo bem se você falhar.
  • Não demore a voltar a ter um planejamento, metas, sonhos.
  • Volte a ser você mesma, como der e comece a se organizar por dentro. Depois que o interno fica bem, tudo ao redor se torna mais digerível.

Lembre-se: a única bagunça aceitável e que não deve nunca ser organizada é a que a gente faz com todo amor na vida. É aquela que esquenta o coração, que preenche a vida de alegria e louça pra lavar!

Desse modo, a vida vai ser sempre colorida, mesmo nos momentos mais cinzas e você vai dar conta de qualquer mudança que vier!

cirianças e a tia Lis comendo na cama, fazendo bagunça

Com meus sobrinhos, Isa e Gu, comendo McLanche Feliz na cama em um sábado as 22h… Coisa de Titi!

 

bebê Bernardo, mamando no colo da titia Lis

Com o Bernardo, meu sobrinho mais novo, curtindo uma preguiça no sofá.

You Might Also Like

No Comments

Let's talk!