0
0 In Beleza e Bem-Estar

Glycare sérum anti-idade

Glycare sérum anti-idade

A Mantecorp é old friend de todo mundo que começou a usar protetor solar com cor lá pelos idos de 2000 e bolinhas… Quem não teve uma relação de amor e ódio com o Episol? Eu usei por anos e me tornei fã da marca!

Antes de falar do Mantecorp Glycare sérum anti-idade, em si, quero falar da necessidade que me fez buscar mais um sérum.

Eu já venho usando todos os tipos de Vitamina C possíveis. Mas, tenho tido surtos de acne hormonal 🙁 por stress ou alimentação ou tudo junto. E, mais recente, surgiu uma irritação e inflamação bem chatinha na minha pele.

Meu dermatologista havia me receitado um peeling superficial com ácido glicólico. Iria usar no lugar do ácio retinoico, que é mais agressivo. Mas, acabei deixando passar o ciclo e não fiz o peeling químico.

Por isso, quando pude conhecer o Glycare não pensei duas vezes!

Glycare sérum anti-idade

O principal chamariz do Glycare sérum anti-idade é, sem dúvida, o ácido glicólico.

Uma das funções desse ácido é facilitar a penetração de substâncias na pele. Mas, ele tem ação de radicais livres e auxilia na formação de colágeno. Com o uso frequente, o ácido glicólico diminui a espessura da pele, por seu efeito esfoliativo. Por isso, acaba por clarear manchas/cicatrizes e estimular o colágeno.

Aqui fica minha primeira dica do produto:
Por ter um ácido esfoliante mais agressivo, indico para quem tem pele normal ou oleosa somente! Peles sensibilizadas, como a minha estava, recomendo usar com muita calma e sempre com o dermatologista!

Glycare sérum anti-idade

Por isso, meus posts de resenha de pele demoram 2 a 3 meses para sair!
Especialmente esse que eu tive crise durante o uso e precisei recorrer ao dermatologista de emergência.

Até isso vai fazer sentido pra resenha do Glycare sérum anti-idade, vou explicar, calma!

Falando dos ativos, o outro destaque da fórmula é a nicotinamida.

Uma vitamina do complexo B que aumenta a síntese de ceramidas naturais da pele, ou seja, a hidratação natural. Além criar uma barreira protetora na pele reduzindo o ressecamento, melhorando a textura e tendo ação anti-inflamatória.

Pesquisando sobre a nicotinamida li que a American Society of Clinical Oncology associa a vitamina com a redução do risco de câncer da pele.

Logo que o Glycare chegou eu estava com a pele super em crise, no meio de viagens, com muita inflamação e rosácea. Por recomendação do dermatologista, eu adiei o uso.

Quando comecei a usar notei a pele mais macia e delicada no primeiro dia. Não senti ardência forte, só uma leve pinicadinha. 

Como todo produto para pele, é preciso paciência…

Minha pele teve um super efeito rebote no meio do caminho e ficou mega sensível. Não por culpa do produto, mas da minha condição mesmo.

Por isso, meu dermatologista recomendou usar o Glycare uma vez a cada dois dias. Sempre a noite e sem usar nada base de álcool antes, só água termal.

Suspendi o uso de sabonetes e qualquer produto mais forte, mas fui intercalando com o sérum de vitamina C a noite.

Eu senti uma turbinada, mesmo com surtos de acne. A pele foi ficando mais macia/fina e as manchas mais claras. Sobre a sensibilidade e vermelhidão ele não piorou nada de imediato. 

Com o tempo usando o Glycare sérum anti-idade reduziu a inflamação da acne.

A acne volta todo mês, mas paciência, né? Os ativos da fórmula controlam mesmo a produção de sebo, por isso com o tempo eu senti ter menos acne e menos acne inflamada.

Mas, a dica mais importante que eu posso dar aqui é: tenham muito cuidado com indicações de ácidos pela internet! Numa pesquisa rápida, vi indicação de associar o Glycare com coisas perigosíssimas para qualquer pele.

O Glycare é formulado para minimizar reações alérgicas, mas é um produto com ácido. Por isso não pode sair associando com qualquer coisa porque a blogueira X indicou ou usa.

Como meu dermatologista sempre diz: cuidar da pele é um tratamento contínuo para ter resultados satisfatórios aos 80 anos 😄.

Sem sombra de dúvida, o Glycare sérum anti-idade é um produto excelente para pele oleosa e sensibilizada. Mas, é preciso ter paciência para ver os primeiros efeitos, aliviar manchas e qualquer sinal de irritação. O uso precisa ser diário, principalmente no inverno, em que a pele sensível fica mais delicada e o Sol não será um problema.

Vale o investimento sim, especialmente pra quem sofre com acne, rosácea e pele sem viço.

A Kutiz confia na minha avaliação real dos produtos que me envia, por isso ela não tem responsabilidade no texto aqui escrito.  O texto reflete somente minha opinião pessoal e nenhuma compensação financeira foi recebida por ele. O post não envolve nenhum tipo de ação comercial.

You Might Also Like

No Comments

Let's talk!