0
Browsing Tag

Webwriting

0 In Estilo de Vida

Os assuntos mais lidos no blog

os assuntos mais lidos no blog _ 2016

Eu guardo alguns arquivos desde 2005, depois de estudar todos eles, quero te contar os assuntos mais lidos no blog.

Depois que eu vi os meus arquivos, eu percebi o quanto os assuntos que compartilho fazem parte da minha vida e decidi o que eu vou manter ou não no blog daqui pra frente.

Foi uma experiência incrível ver tudo o que eu compartilhei na web desde o antigo Blig! Ouso dizer que, pelo meu conhecimento de conteúdo digital, os assuntos mais lidos em 2016 não são muito diferentes dos de 2005, viu?

De 2005 a 2009 o blog era o Coisitas de Luxo. Foi o período mais simples do blog, passei do blogger gratuito para ter o meu domínio (que hoje me arrependo de não ter mantido).

No começo eu falava muito sobre roupas, sapatos, bolsas, cabelo, etc… Tudo o que eu gostaria de ter e, naquele momento, era uma realidade distante.

Eram coisas simples, mas eu estava aprendendo a querer me vestir melhor, me sentir menos feia e lidar com minha auto estima. Estava começando a trabalhar em um escritório (e eu vendia Avon para pagar o colégio), depois de anos sendo recepcionista de academia, babá e faxineira… Era um mundo novo e bonito para mim.

Eu pesquisava os top trends do momento e suas versões mais acessíveis (baratas). Porquê eu era pobre pra comprar os trends, mas era inteligente para saber adaptar a minha realidade! 🙂

Os assuntos mais lidos no blog eram:

  • Moda de Rua: looks das ruas, com a minha visão do que estava em alta na moda. Eu pegava fotos da internet e comentava ou tirava fotos de looks que eu gostava nas ruas (sem autorização, a louca!).
  • Versão Brasileira: as versões “cópias” de esmaltes, bolsas e produtos importados que eu só conhecia pela internet.

Nesse período eu ainda tinha meu brechó online junto com o blog, conheci muita gente online e fiz muito negócio bom por aqui.

De 2009 a 2010 eu entrei fundo na vibe: moda, produtos de beleza e maquiagem. Eu estava começando a crescer no trabalho e entrei na faculdade. Como era a única bolsista – realmente pobre – da faculdade eu buscava loucamente aceitação social, queria ser parte do grupo. Claro que eu nunca seria aceita naquele meio, eu não era parte dele, mas foi um período de muito aprendizado.

Os temas mais lidos eram:

  • Descobrir cosméticos: eu partilhava os cosméticos que via na internet e seus benefícios.
  • Armário de trabalho: looks de escritório, moda corporativa e dicas de como se arrumar pro trabalho pegando ônibus, trem, metro…

Era engraçado falar sobre estar bonita nessas condições. Coitadinha de mim! Hoje eu vejo que era a minha válvula de escape do sofrimento da doença do meu pai, das dificuldades.

Manter o blog e não falar das dificuldades da minha vida e nem da morte do meu pai foi a minha forma de viver o luto e a dificuldade.

Acho que isso meu fez mais forte! Foi nesse período que eu larguei a vida religiosa e busquei outros caminhos para minha vocação.

Depois desse turbilhão de sofrimento, de 2011 a 2012, eu conheci e me envolvi ativamente com o consumo consciente e minimalismo como estilo de vida. Conheci outras várias religiões, estudei filosofia e busquei respostas para as minhas dúvidas da vida.

Foi aqui que eu entendi que meus complexos de inferioridade e minha auto-estima seriam uma chave para o meu desenvolvimento pessoal. Que o vazio que eu precisava preencher não era feito de coisas, mas sim de amor próprio!

Nesse período minha vida financeira passou a ser o centro dos meus esforços. Me dediquei a trabalhar em 2, 3  e até 4 trabalhos ao mesmo tempo: e valeu muito a pena!

Não preciso nem dizer que os temas mais lidos foram sobre as minhas descobertas: Moda consciente, Minimalisto e Vida Financeira.

No meu passado recente, 2013 a 2015, fiz as maiores mudanças (planejadas) da minha vida. Casei, comprei casa, carro, estudei mais, investi nos meus negócios e cada vez mais eu quis falar sobre um estilo de vida real.

Eu nunca sonhei em casar, ter casa, um carro ou comer em restaurantes. Eu não sabia que isso era possível e que essas experiências é que seriam as mais importantes da minha vida.

Quando eu comecei a conquistar essas coisas, contrariando as estatísticas de quem era pobre e favelada eu quis dividir no blog como isso era possível!

Comecei a escrever sobre como é possível realizar grandes coisas com uma vida comum, sem sonhos e – aparentemente – sem oportunidades. Comecei a falar da minha vida para pessoas que, como eu, trabalham muito, não ganham a vida fácil e que buscam ter uma vida simples, mas cheia de pequenos prazeres.

Nos últimos anos compartilhei cada vez mais a minha forma de viver, de fazer coisas simples do dia a dia e os aprendizados que eu fui recebendo nessa nova fase.

Falei até de umas coisinhas legais, de umas comidas gostosas e lugares bacanas que eu conheci. Falei de milagres!

Os temas mais lidos nesses anos foram:

  • Vida de dona de casa: em especial as dicas de produtos e cardápios.
  • Planejamento, finanças e organização: em especial os posts com planilhas para baixar são os mais lidos dos últimos 3 anos.
  • Moda versátil: desde que eu perdi a vergonha e comecei os looks do dia, os compilados com dicas são muito bem aceitos.

E agora, meados de 2016?

Esse ano foi o ano dos posts com textão, todos os mais lidos estão entre 800 e 1200 palavras!

  • Minha relação com consumo: em disparado os textos mais acessados são os que eu contei da minha vida, de como eu consumo moda, beleza e até produtos.
  • Moda vida real: outro tipo de post que eu amo fazer e fiquei muito feliz de ser tão bem aceito. Mostrar como eu me visto, como eu otimizo o armário e minhas dicas de moda vida real.
  • Planejamento, organização e finanças: sempre em alta, esses assunros que eu amo ainda são bem úteis no blog. Eu fico feliz!
  • Produtos, avaliações e resenhas: São produtos que uso, coisas que faço, lugares que conheco. Eu escrevo para guardar na memória, me surpreendeu estar entre os mais lidos.

Quais serão os assuntos mais lidos no blog daqui pra frente?

Boa pergunta! Mas, eu naõ sei a resposta. Mas, seu que eu vou continuar escrevendo sobre as coisas que eu gosto e que fazem parte da minha vida. Vou continuar escrevendo o blog para memorizar e compartilhar, sem pretensão de ser o mais lido. O blog é sobre meu estilo de vida e não sobre números.

Se você tiver algum palpite sobre os assuntos mais lidos para os próximos anos eu vou adorar saber! E, claro, me conta nos comentários quais assuntos mais te interessam?

 

assuntos mais lidos nos blogs
2 In Estilo de Vida

Um novo blog, de novo!

Começar um novo blog pra mim é como um exercício, um corte de cabelo, ou uma roupa nova. Eu amo a excitação da mudança, da contratação de equipe, do planejamento, de por a mão na massa.

Mas, nada me anima tanto quanto o dia do Go Live! Sim, o dia de colocar tudo no ar, acabaram os testes e agora é a hora do projeto entrar em produção.*

*(Desculpa os jargões da área de projetos e TI, é o costume!)

O Estilo pra Vida agora é Lis.Life!

O blog já foi o Coisitas de Luxo, depois foi Estilo pra Vida… Mas, nunca vai deixar de ser o meu lugar para expressar minhas paixões e compartilhar meu estilo de vida!

Eu amo escrever, é um passatempo que me mantém feliz e em movimento. Não abrirei mão de ter meu blog enquanto eu tiver vontade de escrever para aprender e criar…

Continuo usando o “pra Vida” como figura de linguagem, é minha hipérbole favorita. 🙂 Mas, o nome Estilo pra Vida, não representa mais o que quero compartilhar. Com o nome Estilo pra Vida, o blog ficou associado a look do dia, blog de moda.

O blog nunca tratou disso com exclusividade. Na verdade, o Instagram era mais sobre moda do que o blog.

Eu não deixei de gostar do blog antigo. Mas, uma nova roupagem nos motiva e nos ajuda a nos livrar de uma imagem ultrapassada de nós mesmos.

Outr coisa que me ajudou na decisão de fazer um novo blog, foi estudar.

Esse ano eu fiz cursos de: branding, conteúdo e mídia, planejamento digital. Estive num workshop sobre tendências do mercado de comunicação e consumo na América Latina.

Fiz um mini curso de user experience e disposição de leitura. Na verdade, eu desenferrujei as técnicas que aprendi na faculdade.

Todo esse conhecimento e informação aumentou minha vontade de mudar o blog. Cada aprendizado reforçou o meu desejo de ter um  espaço com a minha identidade.

Eu queria muito simplificar a imagem do blog e dar destaque para o conteúdo.  Do layout anterior, mantive os recursos de navegação, que são simples e rápidos. O menu está mais prático. Organizei  tags e estou revisando o conteúdo antigo.

Para esse novo blog eu ainda tive uma equipe de peso pra me ajudar!

A novidade é a Raquel Leitzke, designer que eu conheci por indicação no grupo de alunos da AG BrandingFábia Limeira, que ajustou parte da programação do layout antigo – tudo que é hard pra mim, foi pra ela! E, permaneço sendo cliente da Via Hospedagem, há mais de 5 anos (eu acho) que a Via é amor verdadeiro!

Esses profissionais merecem aplausos por atenderem meu perfeccionismo e entenderem minhas conversas loucas!

Meu desafio foi aplicar as muitas horas de estudo em branding, organização e tags. Mas, no final eu até programei algumas partes do layout e acho que me saí bem! (SEO é pros fortes, mano!).

Tive que aguentar meu próprio perfeccionismo e concluí que eu não sou fácil mesmo!

Mas, o resultado é: Um novo blog, de novo!

Novo posicionamento, nova marca, layout responsivo, conteúdo revisado e publicado em 2 línguas.

  • aos poucos vou atualizando vocês das publicações em outras línguas.

Estou muito feliz por esse projeto concluído com sucesso e  ansiosa pra saber o que vocês acham do blog novo 🙂

Please, me avisem se encontrarem qualquer erro e me contem se gostaram?