0
Browsing Tag

Serra

0 In Estilo de Vida

Subindo a Serra do Rio Rastro

A decisão de subir a Serra do Rio Rastro só aconteceu pelas dicas preciosas do Instagram.

Ainda em Laguna começou a esfriar e era uma oportunidade única de conhecer “a estrada mais espetacular do mundo”. (Segundo a revista Espanhola 20minutos.)

A Serra do Rio Rastro é a estrada mais bonita que meus olhos já viram!

O vídeo acima está em 4k, pode aumentar a resolução aí 🙂

Eu já estava encantada com a Serra da Graciosa, mas foi na Serra do Rio Rastro que eu sorri conversando com o Universo sobre o quanto nossa Terra é linda.

Basicamente subir a Serra do Rio Rastro foi apreciar a estrada, tirar algumas fotos corridas e ainda assim ficar encantada com o que meus olhos estavam vendo.

A Serra está dentro de uma área de preservação ambiental chamada de EcoMuseu Serra do Rio do Rastro e tem alguns números impressionantes:

São 1421 metros de altitude em relação ao nível do mar. 705 metros de altura entre o pé da serra e o mirante. O percurso tem 8.100 metros de extensão e 256 EXATAS curvas.

O GPS dá uma dimensão das curvas!

Serra do Rio Rastro

Estava um dia lindo, do jeito que eu gosto, fresco e com Sol. Mas, eu queria mesmo era ver o frio e a neblina, apesar do medo.

Aquele nevoeiro real oficial é de deixar qualquer um com medo. Mas, a estrada é ótima, bem cuidada e sinalizada!

Aproveitei o trajeto vazio de carros e parei no recuo da pista – ponto de apoio para comboios – para fazer algumas fotos antes da neblina tomar conta.

Ao longo da estrada tem alguns recuos com a vista do vale abaixo, é uma das paisagens mais lindas da vida.

A vista do vale é para orar com os olhos!

Serra do Rio Rastro

A parada no Mirante da Serra do Rio Rastro é imperdível, mesmo que o clima esteja todo branco. Eu gosto da visão da neblina, do frio e da água gelada – parece cena de filme de terror.

Mesmo filmando com a GoPro não dá pra ver muita coisa na estrada além da neblina. Mas, fiz o vídeo e vou guardar nos não listados do Youtube.

Não dá pra ver nada no vídeo, mas eu vou lembrar do que foi essa viagem 🙂 Toda a paisagem é linda! Prepare a câmera, o celular e os olhos pra captar tudo!

Subi a Serra tendo a sorte de pegar trechos com Sol e a minha tão esperada neblina e o frio.

Abaixo estão as fotos do Mirante, que bem, também não dá pra ver nada. Mas, eu amei estar ali e você tem que parar no mirante!

O vento frio, aquela garoa gelada da neblina me deu uma noção do que é a Serra Catarinense no inverno!

O estacionamento sumindo na névoa. A paisagem do fundo fazendo um painel barnco na selfie. O torresmo da lojinha de souvenir.

São essas coisas simples que formam as minhas melhores memórias de viagem!

Aliás, na lojinha do Mirante vende shots de bebida – a Natasha que mostrei no stories é de lá! Acho que o pessoal que sobe a Serra de bicicleta precisa de incentivo no frio.

Tem aqui o texto sobre um ponto de parada no pé da Serra que vale a visita: Rota Da Cervejas de Santa Catarina.

Nesse link você consegue ver a Serra do Rio Rastro ao vivo com a vista do mirante e do pé da serra.

Ah, no final da subida da Serra, parei de novo para mais fotos aleatórias da paisagem.