0
Browsing Tag

Saúde

0 In Beleza e Bem-Estar

Benefícios da aromaterapia para a saúde

Benefícios da aromaterapia para a saúde - Lis Life

A aromaterapia é um braço da fitoterapia – linha de tratamento que eu me aproximei pra cuidar do Fritz, meu gatinho, e, acabei adotando pra vida.

Depois de muita pesquisa eu comprovei esses benefícios da aromaterapia para a saúde, minha e dos bichanos aqui em casa.

Na verdade, fitoterapia é sabedoria antiga na minha família. Minha mãe e avó sempre usaram plantas, chás e ervas, como parte da vida, tanto na cozinha como na saúde. Tomei muito mastruz com leite, inalei vapor de hortelã e muito boldo! Entre outras sabedorias do benzimento com plantas que minha mãe usava quando eu era criança.

A Aromaterapia é o uso de aromas extraídos de plantas que combinados tem efeitos e resultados científicos comprovados na mente e no corpo. Hoje usamos oleos essenciais para manter a pureza e preservar as propriedades das plantas. Mas, no passado usava-se a própria planta macerada e vapor.

Há milênios a aromaterapia faz parte dos ritos medicinais e espirituais da humanidade. Euzinha acredito que aromaterapia é até um elo de conexão com o espiritual, mas é só crendice minha.

Apesar de que, na Bíblia, vemos que Jesus recebeu incenso e mirra, usou a unção com óleos em vários momentos. Tanto que igrejas Cristãs usam até hoje essas referências aos odores espirituais.

Indico a leitura do texto do Terapia com Aromas que explica o simbolismo das ofertas dos Reis Magos à Jesus. Junto com esse artigo sobre os óleos essenciais na Bíblia

Mas, falando do lado científico, os benefícios da aromaterapia para a saúde foram comprovados.

Claro que precisa saber escolher os óleos essenciais e saber sua correta utilização. Há óleos essenciais que estimulam o sistema nervoso, outros que acalmam e até os que aumentam a concentração.

Uma experiência feita sobre a memória de cheiros já apresentados às pessoas mostrou que quando aqueles foram mostrados novamente aos mesmos indivíduos, estes tiveram seu córtex olfativo ativado, em recuperação do cheiro já conhecido. O trabalho científico sugeriu que as características sensoriais de um odor original são preservadas no córtex olfativo. (Dolan et al, 2004)

Em uma pesquisa cientifica realizada com pacientes epiléticos, a aromaterapia associada à hipnose mostrou afeito satisfatório no tratamento, apesar do paciente necessitar dispor de mais tempo e esforço pessoal. (Betts, 2003)

A aromaterapia mostrou trazer benefícios no tratamento de demência de variados tipos e graus de severidade, em relação aos sintomas neuropsiquiátricos e agitação.

Em um trabalho cientifico, foi possível mostrar que o óleo essencial de lavanda (Lavandula angustifolia) e seus principais constituintes (linalol e acetato de linalila) apresentaram efeito sedativo em experimentos realizados com animais de laboratório (fêmea e macho), que puderam ser vistos devido à redução da mortalidade e hiperatividade induzida. (Buchbauer, 1991)

Dados de um experimento científico revelaram que a massagem aromaterápica e outras formas de aromaterapia mostraram-se favoráveis na redução da ansiedade em pacientes com câncer. Observou-se também a redução da dor e náusea nesses pacientes. (Barnes et al, 2004)

Referência: Trabalho da Universidade São Camilo os benefícios da aromaterapia para a saúde 

Eu escolhi alguns óleos e aromas que trazem benefícios pra mim e para os gatos. Quando adotei os dois filhotes, usei a técnica da baunilha na adaptação deles. Eles amam o cheirinho de baunilha pela casa. Busco fazer sempre massagens com óleos, banho, vaporização e até incensos em casa.

Meu top 10 benefícios da aromaterapia para a saúde:

  • Alívio do stress, antidepressivo e calmante pra mim e para os gatos: óleo essencial de Lavanda ou Alfazema.
  • Estimula o bom humor e bem-estar: óleo essencial que uso May Chang, Ylang-Ylang e Baunilha.
  • Alivia a dor de cabeça e enxaqueca, óleo essencial de Hortelã Pimenta.
  • Elimina a insônia e acalma os gatos. óleo essencial que reina aqui em casa: Camomila romana e Melissa.
  • Clareador mental, energizante estimula o foco e atenção, óleo essencial de Alecrim cineol.
  • Ajuda a regular a disfunção hormonal na TPM e ajuda com cólicas, óleo essencial que uso: Gerânio. Em especial para massagens no ventre.
  • Abre as vias respiratórias, em caso de rinite e gripe, óleo essencial de Eucalipto globulus.
  • Estimula a pressão sanguínea para quem sofre de pressão baixa, óleo essencial de Alecrim e Tomilho;
  • Alivia o cansaço, óleo essencial de Cravo botão. Coloco no aromatizador pela manhã em dias de muito cansaço!
  • Estimula as defesas naturais do organismo, óleo essencial de Limão siciliano
0 In Beleza e Bem-Estar

4 coisas que me ajudam a controlar o açúcar no sangue

4 coisas que me ajudam a controlar os níveis de açúcar no sangue

Eu amo açúcar, fazer o quê? Mas, desde que entendi que a resistência a insulina e a diabetes são minhas “companheiras” de vida estou na luta para controlar o açúcar no sangue.

Se você é como eu, taurina, pode ser difícil resistir a todos as comfort food. Mas, todo mundo sabe que açucar em excesso faz mal.

No meu caso, o excesso ou a falta de açúcar no sangue são um problema. Há 2 anos eu aprendo, todo dia, a fazer esolhas que evitem as crises de hipo/hiperglicemia e suas consequências mais graves.

Mas, se você não tem problemas de saúde por que deveria se preocupar em controlar o açúcar no sangue?

Estabilizar o açúcar no sangue significa melhorar o humor, menos irritabilidade, hormônios mais equilibrados, metabolismos mais ativo e etc.

Sempre digo que quando eu escrevo eu memorizo, então aqui estão 4 coisas que me ajudam a controlar o açúcar no sangue:

Polvilhar um pouco de canela

Enquanto a maioria das especiarias tem seus benefícios, há um tempero que realmente desempenha um papel importante para controlar o açúcar no sangue – a canela! Este pó mágico ajuda a reduzir os picos de açúcar no sangue, reduzindo a resistência à insulina.

Adoro polvilhar canela no café, mas também na banana, na salada e até nas batatas doces assadas.

Vinagre de maçã

O vinagre de maçã também é mágico – faz maravilhas até no cabelo. Mas, na alimentação ajuda a controlar o açúcar no sangue melhorando a absorção de insulina.

Dizem que tomar uma colher de sopa de vinagre de maçã em um copo de água e mel em jejum é o ideal – se colocar uma pitada de canela é bônus! Eu passo beber isso em jejum. Mas, uso muito mais vinagre ou limão para temperar saladas e outrs comidas.

Coma antes de beber

Uma das formas mais comuns de aumentar os níveis de açúcar no sangue é beber álcool com o estômago vazio. Coisa que eu falho miserávelmente, dia desses, quase desmaiei num churrasco por fazer isso.

O ideal é antes de começar os bons drinks fazer um lanche rápido para controlar os níveis de açúcar no sangue. As bebidas açucaradas fazem o mesmo efeito que o álcool, então comer um pouco antes daquele copo delicioso de coca cola me ajuda.

Lanche muitas vezes

Pequenos lanches em intervalos de no máximo 3 horas me ajuda a controlar os níveis de açúcar no sangue. Sempre lanches de baixo índice glicêmico, que ainda estou aprendendo para aumentar o cardápio.

Em geral, como nozes, pequenas porções de uvas ou morangos, biscoitos de arroz e chás não adoçados.

Esses alimentos liberam açúcar no sangue de forma mais lenta do que lanches com alto teor de carboidratos, como batatas fritas ou biscoitos, levando a níveis de açúcar no sangue mais estáveis.

Ah, como vocês viram eu bebo álcool, refrigerante e ainda como doces, mas não todos os dias como no passado 🙂

Tem mais alguma dica para me ajudar nessa lista?

2 In Beleza e Bem-Estar

Cardápio detox: voltando ao rumo

Cardápio Detox é um hábito que venho tentando incorporar na minha rotina há algum tempo.

Comecei esse ano bem devagar, capegando, mas decidi que Janeiro vai ser o meu mês de desintoxicação. É hora de desingraxar as articulações e voltar pro jogo de cuidar da minha saúde.

Começar o ano seguindo um cardápio detox é só uma das coisas que estou fazendo para minha desintoxicação!

Mas, a desintoxicação é um desafio imenso.

Não apenas porque vou diminuir o álcool, açúcar refinado e glúten, entre outros dos meus vícios favoritos. Mas, porque vou cozinhar mais em casa, o que pode parecer simples, mas me dá 5x mais trabalho.

Cozinhar ou comprar marmitinhas, tudo vai depender da minha agenda no trabalho.

Por isso, para tornar a minha desintoxicação mais REAL, montei um Cardápio Detox com receitas básicas e simples.

São receitas para deixar semi-pronto com antecedência, mas que tem um tempo de cozimento baixo. Eu levo em consideração que eu trabalho 12 horas por dia e se eu complicar demais, não rola.

Modéstia a parte, acho que todas as receitas tem toneladas de sabor, mesmo sendo simples. São refeições complexas, caseiras e limpas todos os dias, igual aprendi na reeducação alimentar. Com um pouco mais de dedicação nos dias de preparação e o meu cardápio detox fica 1000 vezes mais delicioso – sem mencionar fácil.

Sobre a lista de compras, preparação e planejamento:

Fiz uma compra grande num domingo pela manhã e cozinhei a tarde, por 2 horas. Depois só precisei de uma parada rápida num empório para um reabastecimento na quinta-feira.

Me dou cerca de 20 minutos de tempo de preparação todas as manhãs para montar o café da manhã e almoço (quando vou levar marmita).

O jantar eu faço todo dia em menos de 30 minutos pra comer tudo fresquinho.

Mas, o cardápio detox não funciona sozinho. Estou seguindo algumas limitações para ajudar o corpo a se desintoxicar de vez!

Reduzir:

Não vou ser hipócrita e dizer que vou cortar esses dois prazeres, mas vou diminuir muito o consumo.
Vou focar em beber vinho ou vodka e evitar cerveja. Me limitar a dois café expressos por dia, que eu já tomo sem açúcar.

* Cafeína
* Álcool

Cortar:

Tudo que está aqui na lista eu já não como com frequência. Mas, como por exemplo, aos finais de semana, coisa que eu vou evitar nesse cardápio detox mensal.

* Laticínios
* Glúten
* Milho
* Soja
* Batatas e Mandioca
* Açúcar refinado
* Arroz branco

Evitar ou comer com parcimônia:

* Marisco
* Carne vermelha
* Ovos
* Nightshades (tomates, berinjelas, pimentas, batatas)
* Geléias, mesmo naturais e sem açúcar.

Vamos ao cardápio? Se você quer entender como eu monto um cardápio, leia esse post aqui (é link).

Para o lanche e café da manhã

Meu café da manhã e lanches são bem simples porque eu sempre como no carro a caminho de algum compromisso.

Tenho essa receita de Panqueca simples sem glútem e sem lactose como uma opção pra deixar na geladeira e ir variando o recheio e acompanhamento.

  • 1 xícara (chá) de farinha de arroz
    1 ovo
    1 xícara (chá) de leite sem lactose
    1 colher (sopa) de óleo de coco (doce) ou azeite (salgada)
    1 pitada de sal ou xilytol/stévia
  • Bater tudo no mixer e assar.

Minhas variações: biscoito de arroz, tapioca, crepioca e mini tortinhas que aprendi essa semana (quando acertar a receita eu posto aqui).

Para o almoço

Meu almoço tem sido em restaurantes, enquanto estou no escritório que não posso levar marmita. No meu prato diariamente tem folhas verdes (escuras de preferência), leguminosas, vagens, chuchu e uma proteína magra, de preferência peixe.

Para o Jantar

Comprei 1kg de peito de frango, 2kg de peixe branco, 15 ovos e 1 queijo branco sem lactose para o mês inteiro. Essas quantidades dão pra duas pessoas, sou péssima em medidas.

Deixo os temperos já cortados na geledaira e uso basicamente cebola, alho, salsa, cebolinha, sal do himalaia e pimenta em pó.

Compro um pote de mix de folhas por semana para ter sempre uma salada fresca de acompanhamento.

Tenho 10 opções de pratos na minha lista para o cardápio detox:

  • Ovos mexidos com legumes (cenoura e vagem).
  • Frango desfiado ao curry.
  • Frango desfiado com legumes picados.
  • Peixe no leite de coco.
  • Peixe refogado no limão.
  • Panqueca com frango desfiado e queijo lac free.
  • Omelete com queijo lac free.
  • Crepioca com queijo lac free e frango.
  • Cubos de peixe frito no azeite trufado.
  • Peixe assado com chuchu no limão.

Para facilitar, cozinho o fango/peixe de uma só vez e vou usando dias seguidos variando e reaproveitando o tempero. Por isso, sempre como peixe/frango dias seguidos aqui em casa, eu não ligo.

Minhas opções especiais para os finais de semana ou quando dá vontade:

  • Pão de queijo sem glúten e sem lactose.
  • Macarrão de arroz ou biffun.
  • Carne vermelha em cubinhos – que eu amo ♥
  • Chilli sem feijão – só carne/bacon/queijo/pimenta.
  • Strogonoff lac free.

Agora, minha luta vai ser sobreviver a TPM!

Um edit pré publicação: A inclusão dos alimentos da lista abaixo auxiliam esse processo de detox do corpo. São alimentos que atuam no processo digestório, no melhor funcionamento hepático e imunológico. Todos tem propriedades anti-inflamatórias, anticancerígenas e ajudam a combater os radicais livres, fazendo com que o organismo volte ao equilíbrio.

17 alimentos detox - Cardápio detox

 

0 In Beleza e Bem-Estar

Insônia: como dormir melhor?

Insônia como dormir melhor Lis.Life Estilo de Vida Real Blog

Vencer a insônia e como dormir melhor são temas que até cientistas se dedicam a pensar.

Quem dirá a gente, pobre pião da vida que vive perdendo o sono né? Afinal, uma longa e tranquila noite de sono é tudo que a gente precisa depois de todo dia.

Não é de hoje que a ciência diz que dormir bem é ideal para uma vida saudável.

De acordo com Matthew Walker, fundador e diretor do Centro de Ciência do Sono Humano, na Universidade da Califórnia, em Berkeley ter oito horas de sono ajuda a ter boa saúde e longevidade!

Muita gente passa longe desse número de horas ou até mesmo não dorme as oito horas bem.

Eu me vejo nos dois times, não durmo 8 horas todo dia e durmo mal.

Com pequenas mudanças na minha vida eu tenho conseguido vencer as crises de insônia e aprendido como dormir melhor.

Como dormir melhor é uma questão bem pessoal, mas descobri coisas BEM simples que realmente ajudaram até meu emocional.

Apesar de ainda ter pesadelos e alguns episódios de insônia eu me recupero mais facilmente deles.

Algumas dessas coisas eu já tinha em mente quando pensei na decoração do meu quarto e na minha casa, outras eu fui aprendendo ao longo do tempo

Quando comecei a pensar em ter uma casa eu sabia que uma das coisas que eu mais queria era dormir melhor. Por isso, o quarto foi uma prioridade de investimento para o conforto, dentro das minhas possibilidades.

Um quarto escuro e silencioso

Básico né? Existem hormônios que são produzidos no sono noturno e profundo. Nosso cérebro precisa da baixíssima luminosidade para entrar nesse estado de repouso. Quanto mais escuro e silencioso for o local melhor o seu corpo vai trabalhar e se recuperar durante o sono.

Aqui fica o registro de que cortinas black-out são ainda meu objeto de desejo.

Hábitos noturnos saudáveis.

Para dormir melhor eu tenho feito uma rotina noturna saudável e bem zen.

  • Meditação e oração já são lei na minha vida.
  • Evito refeições pesadas e cafeína a noite.
  • Acendo um difusor com óleos essenciais e aromaterapia alguns minutos antes do meu “horário de dormir”.
  • Quando estou muito cansada tomo chá ou banho de ervas calmantes como camomila e melissa.

Para ter equilíbrio, meus excessos em bebida alcoólica, comidas pesadas ou saídas noturnas se resumem a 3 ou 4 dias na semana.

Iluminação ideal

A luz branca e fria atrasa a liberação da melatonina, o hormônio que nos induz ao sono. Organizei a iluminação da minha casa toda para ter a luz branca-fria equilibrada com spots de luz amarela-quente para deixar visualmente aconchegante.

Especialmente a noite, tento usar só a luz amarelada dos spots, velas e pendentes, para descansar os olhos.

Cores acalmam

Eu acho lindo ambientes coloridos, mas não combinam com a minha personalidade. Conheço um pouco de cromoterapia e acredito no poder das cores para criar um ambiente leve em toda a casa.

Escolher cores leves e claras tendem a acalmar “a energia” do ambiente. Mas, se você ama tons alegres e chamativos o ideal é ter uma casa/quarto que te agrade, assim ao chegar em casa a sensação já e de “ufa, vou descansar!”.

Eu gosto de tons de azul, cinza e branco, por isso meu quarto sempre tem essas cores.

Invista no conforto

Quanto maior a cama, melhor pra dormir! Invista no colchão, travesseiros, lençóis e em tudo para você se sentir confortável.

Eu amo ficar na cama. Tenho uma Queen, mas a King tá na lista para quando tiver um quarto maior!

Insônia: como dormir melhor?

Se tem uma coisa de adulto que eu também amo é comprar roupa de cama. Lençóis de 1000 fios ou mais, colchas e etc… Só travesseiros que eu ainda não acertei comprar, tenho 3 que eu ainda não amo de paixão. Sigo procurando o travesseiro ideal.

Dica do kama-sutra do sono perfeito: Parceiros devem se deitar juntos com espaço para os braços atrás das cabeças. Para dormir confortável a dois, os cotovelos não devem se tocar. Todo mundo sabe dormir de conchinha né?

Um banho morno

De acordo com a National Sleep Foundation, uma queda na temperatura corporal faz a gente se sentir sonolento. Tomar um banho quente antes de entrar no quarto mais frio, pode fazer você dormir melhor e mais rápido.

Sempre que sinto necessidade coloco ervas e óleos essenciais no meu banho noturno para ajudar a relaxar.

Temperatura ideal

Um quarto muito quente pode causar um sono inquieto. A temperatura do espaço interfere na queda natural da temperatura corporal que ocorre à noite.

O corpo precisa dessa queda para dormir profundamente e se recuperar.

No verão meu ventiladorzinho fica ligado 30 minutos antes de eu ir pra cama, mas o sonho é ter ar condicionado 🙂

Sem eletrônicos

Quando comprei essa casa eu já sabia que não queria televisão/rádio/computador no quarto. Mas, ver TV/Youtube é essencial pra mim nos momentos livres, especialmente a noite, que faço meus freelas e administro o blog.

Eu tento desligar tudo meia hora antes de dormir para começar a relaxar a mente para uma boa noite de descanso.

Mas, carregar o celular ao lado da cama é meu inimigo. Fico jogando ou vendo stories até o sono chegar, muitas vezes acabo “perdendo o sono”.

Sinceramente, eu sei que as energias do celular fazem mal ao sono tanto quanto faz mal ficar me distraindo vendo redes sociais. Eu sei 🙁

Insônia: como dormir melhor?

Ainda falho miseravelmente na maioria dos dias, mas me esforço.

Rotina

Ter uma rotina regular me ajuda a dormir melhor. Já falei aqui que ter rotina é bom para tudo no nosso corpo e mente. Com o sono não é diferente!

Observe que horas seu corpo pede para dormir? Quantas horas de sono você precisa para se sentir renovada? Crie uma rotina que atenda esses desejos.

No meu caso eu gosto de subir para o quarto cedo da noite e começar minha rotina. Preparo meu banho, escolho a roupa do dia seguinte, acendo meu difusor, oro e medito. Quando chego tarde do trabalho costumo ir direto para o banho e deito em seguida com os gatos para já relaxar.

Criar a rotina ideal depende só de você.

A insônia é uma doença associada a depressão, distúrbios de estresse e falta de produtividade. Dormir mal pode virar um círculo vicioso de problemas físicos e mentais que afetam todas as áreas da sua vida.

Por isso, preste bem atenção na qualidade do seu sono e se cuide. Passar noites em claro, só vale se for fazendo coisa muito boa, tá?

No dia a dia saber como dormir melhor é o que vai me dar vida longa e próspera.

Se você ainda não se convenceu de que dormir melhor é uma chave de vida, leia esse artigo: Why do we need to sleep? Num laboratório no Japão, uma equipe de cientistas está tentando descobrir o que nos faz dormir e qual a finalidade do sono.

0 In Estilo de Vida

Pilates para emagrecer: funciona?

Comecei a fazer Pilates para emagrecer ano passado, no primeiro período do tratamento de choque para recuperar minha saúde.

Logo que acertei o tratamento com endocrinologista e nutricionista eu sabia que era obrigatório ter uma atividade física regular. Coisa que eu não praticava com seriedade há quase 2 anos.

Eu estava com a dieta de 600 calorias, que foi o começo do meu tratamento de diabetes e de emagrecimento. Por isso precisava de uma atividade leve e supervisionada. Meu metabolismo estava entrando em estado de quase morte e eu tinha que dar um passo.

Conversando com o endócrino ele indicou o Pilates como uma forma de começar a me mexer.

Como boa pessoa ansiosa eu fiquei pensando será que o Pilates serve para emagrecer? Será que eu escolhi certo? Mas, fui na cara e coragem pesquisar estúdios e, por sorte, estava abrindo um estúdio de Pilates em frente a minha casa.

Sorte né? Eu sempre acredito que o universo nos dá o que precisamos no momento que precisamos. Não tinha desculpas, então fechei o plano bimestral e pude conhecer os benefícios do Pilates.

Quando comecei o Pilates eu sofria reflexos da ansiedade e do estresse que a síndrome de Bournout me trouxe. Meu corpo estava na primeira etapa da desintoxicação e dos ajustes hormonais. Não foi das fases mais fáceis de passar, mas o Pilates que me ajudou a me manter firme.

Com a dieta restritiva o corpo pode sentir fraqueza e ter tonturas durante qualquer esforço. Por isso eu precisava de um acompanhamento mais próximo e no Pilates, mesmo as aulas em grupo, são com grupos menores.

No estúdio onde eu fiz são 3 alunos por turma e dei sorte – valeu universo! – de ter um professor muito atencioso soube me puxar para ampliar meus limites, com muito cuidado.

Nas aulas, sempre com uma música calma e gostosa eu conheci um mundo de possibilidades com meu corpo. Fazendo exercícios de respiração, alongamento, no solo e nos aparelhoes, com e sem acessórios. Ou seja, eu experimentei o pilates como um todo.

– Dica: encontre um estúdio que tenha esse mix, solo/aparelhos/acessórios.

Fora essa diversidade de opções o Pilates não é, nem de longe, uma atividade parada. É uma atividade de baixo desgaste físico, por isso idosos também podem fazer. Mas, é uma atividade que exige do corpo e da mente.

Em pouco tempo eu comecei a concentrar nas contagens e perceber partes do meu corpo que eu nem sabia que existiam. O Pilates passou a ser a minha hora feliz, uma hora só pensando em mim e isso me mudou!

Eu sempre penso muito nos outros. Parar tudo por uma hora e ficar me concentrando só em mim e nos movimentos do meu corpo, me deu força pra mudar até meu comportamento!

Se eu não tivesse começado minha mudança de hábitos pelo Pilates eu não acho que teria dado certo. Eu precisava desse resgate emocional para poder seguir me cuidando acima de tudo.

Como foi fazer pilates para emagrecer?

Logo de cara o professor me explicou que a perda de peso seria consequência da melhora do metabolismo. Que é onde o Pilates e qualquer atividade física começam a agir.

Mas, o pilates não é uma atividade direcionada EXCLUSIVAMENTE para o emagrecimento. Ele auxilia no processo como um todo, mas não é o seu foco.

Uma das técnicas do Pilates que conheci nas aulas usava “só” o peso do meu corpo em cada exercício. Sem a ajuda das molas dos equipamentos exigia tanta força e concentração que eu transpirava rios!

A cada aula o professor fazia exercícios para ganho de força, flexibilidade e equilíbrio. Cada exercício associado a respiração e concentração, diminuíram a sensação de stress, nervosismo e ansiedade.

O pilates ajuda a emagrecer? Sim ajuda!

Uma vez que o Pilates ajuda a diminuir a ansiedade e o stress ele ajuda a controlar aquela fome que não é física. A melhora no metabolismo é gradativa e contínua com a prática, vale a pena pegar um plano de 2 meses pelo menos. Sem contar que a disposição física e mental aumentam muito. E, no meu caso, o Pilates abriu um mundo de possibilidades físicas que eu estou amando explorar com a academia.

Hoje eu super recomendo o Pilates para todo mundo. Especialmente se você estiver acima do peso e nunca tiver feito uma atividade física! A longo prazo você vai ter um corpo e uma mente mais saudável o que vai te encorajar a atingir seus objetivos.

Em dois meses fazendo Pilates e caminhadas leves eu perdi 9 kilos. Aí meu peso estagnou e parou de cair, o que é normal, por isso sigo fazendo musculação e natação.

Foi graças ao Pilates que eu peguei gosto por mexer o corpo e aliviar a mente, focando só em mim! Um agradecimento ao professor Eduardo pela paciência e dedicação <3

Eu recomendo o texto Mitos e verdades sobre Pilates (clique ao lado) para quem ainda tem dúvidas sobre o assunto.