0
Browsing Tag

Produtividade

0 In Empoderamento

Ainda dá tempo de fazer em 2017!

Ainda dá tempo de fazer em 2017!

Um título afirmativo: Ainda dá tempo de fazer em 2017!

Sim, reforço mentalmente: dá tempo.

Li um texto esses dias, sobre o que ainda dá tempo de fazer em 2017…

Fiquei pensando o quanto a gente se desespera antecipadamente com o final do ano. Sou uma das pessoas que reclama que o ano passou rápido – não esse, 2017, nem 2016 que eu quero mais que fiquem lá no passado logo!

Mas, em 90% das conversas que tive, desde Outubro, teve alguém reclamando que o ano acabou e não fez nada.

Mas, gente? Como assim o ano acabou?

Aqui só acaba quando termina – tirando a merda de 2016 que se repetiu em 2017, 7×0 que não acaba…

(tô rindo de nervoso)

Falando sério.

Falta 1 mês (pelo menos) para o ano acabar e eu, que nem otimista sou, sei que ainda dá tempo de fazer um bocado de coisa em 2017!

Sou do tipo de pessoa que gosta de se puxar pra frente, que se desafia a fazer mais e melhor. Não vou deixar esse ano vai passar com a marca de ter sido um péssimo ano.

Fiz um compromisso mental, agora público, de coisas que dá ainda tempo de fazer em 2017.

Tenho de hoje até dia 31 de dezembro, 40 dias, para conciliar a vida/trabalho e fazer estas coisas:

  • Organizar meus objetos pessoais e meu closet.
  • Organizar roupas de cama e banho.
  • Organizar e limpar os armários da minha cozinha.
  • Separar tudo que puder ser doado nessa organização.
  • Fazer o backup e arrumar arquivos digitais.
  • Terminar, pelo menos, 3 cursos que comprei.
  • Ler mais 1 livro.
  • Pequenos cuidados pessoais – minha lista tem 5 coisas que preciso/vou me dar.
  • Fazer os exames do check up pedido pelo endócrino.
  • Adotar mais cartinhas do Papai Noel dos Correios.

Olhando aqui, de longe, parece pouco e até sem valor né?

Mas, essas coisas pequenas são as que eu fui deixando de priorizar, colocando de lado, mas que queria fazer! Só não dava tempo, nunca… Na verdade, eu não arranjava tempo!

Em 40 dias muita coisa pode acontecer e a verdade é que da tempo mesmo de fazer muita coisa!

Basta querer 🙂

Uma das atitudes mais empoderadoras e difíceis da vida é saber que nós somos responsáveis por como vivemos. A gente não controla o tempo, mas controla o que fazemos com ele e como vivemos apesar dele.

11 In Estilo de Vida

O segredo da produtividade: como fazer mais com menos?

O segredo da produtividade ou como fazer mais com menos tempo, dinheiro ou recursos.

Eu gosto de observar pessoas altamente produtivas e fico impressionada com os resultados que elas alcançam com um ar de facilidade. Sempre perguntei qual o segredo de quem consegue fazer muitas coisas aparentando pouco esforço.

É disso que quero falar hoje!

O princípio 80/20 ou lei de Pareto.

Em 2005, num curso sobre negócios e qualidade, ouvi um consultor falar sobre a lei de Pareto aplicada à produtividade.

Traduzindo

  • 80% de qualquer resultado, procede de 20% de esforço – lei do mínimo esforço positivo.
  • Ou, 20% das coisas que você faz, consomem 80% do seu tempo – pro bem ou pro mal.

Em todos os aspectos da vida podemos identificar o que, de fato, dá resultado e onde devemos focar nosso esforço.

Por exemplo, analisando minha realidade da época eu descobri que:

Sabendo que 80% do resultado obtido vem de 20% do esforço empregado, podemos classificar nossas atividades em: vitais ou triviais.

Usando o conceito de “poucos vitais” e “muitos triviais” fica mais fácil associar Pareto na nossaa vida real. Esse conceito foi defendido por Joseph M. Juran como um aprofundamento dos estudos de Pareto.

A lógica é simples: poucos vitais são as atividades que trazem resultado e muitos triviais tudo que só nos toma esforço e tempo.

Na prática para identificar cada situação meu processo foi fazer anotações, lista de tarefas e controle. Anotei o tempo, dinheiro e até o nível de energia que gastei em cada coisa. Anotei junto – de forma bem intangível – qual o resultado que aquela atividade me trouxe.

Fiz um saldo por dia/semana/mês e só com essas anotações o choque de consciência foi impressionante. Pude ver o que é vital ou trivial na minha vida, baseada nos meus valores.

Na minha vida real os poucos vitais são atividades que geram resultados que posso ver/sentir. Pode ser dinheiro, qualidade de vida, mais tempo, energia ou bons sentimentos.

O mais impressionante foi perceber como a eu perdia tempo/dinheiro/energia com os “muitos triviais”. Coisas que eu até posso fazer, mas sem perder tempo demais nelas, sem fazer delas um escape no dia a dia.

Esse é o segredo da produtividade para fazer mais com menos: escolher onde gastar seu tempo, sua energia, seu dinheiro!

Hoje aplico o princípio 80/20 em tudo que faço, identifico meus desequilíbrios, trabalho tento para remover o que é desnecessário do meu dia e focar em resultados.

Meus poucos vitais são:

  • No trabalho: Tarefas que só dependem de mim, follow ups de projeto, análise de documentações, planejamento, treinamentos, planejamentos.
  • Em casa: Pequenas coisas que fazem diferença no ambiente/vida, cozinhar, pequenas tarefas da casa/gatos.
  •  Vida pessoal: Ter tempo de qualidade com a família, ler um livro, me cuidar, escrever, estudar e etc.
  • No blog: Criar conteúdo, responder comentários, interagir com leitores/blogs que me inspiram.
  • Nas finanças: bens materiais duráveis, viagens e experiências.

Algumas atividades que vou listar aqui são até necessárias ou boas, mas não trazem nada de resultado pra minha vida. Por isso considero elas os triviais que posso abolir:

  • No trabalho: Responder/acompanhar listas de e-mail/whatsapp do trabalho,  pedidos de ajuda, da família, dos blogs. Verificação de contas bancárias, conversas com colegas de trabalho (aquela conversa que começa com um oi e passa pelo relatório que vocês fizeram, vai pra vida do cachorro e acaba no “vamos tomar um café?”).
  • Em casa: Ver TV aleatoriamente, leituras e inspirações em geral – site de notícias, Facebook, feeds, Pinterest.
  • Vida pessoal: tempo excessivo em futilidades, redes sociais sem propósito.
  • No blog: Eventos de status quo, reuniões de bloggers.
  • Nas finanças: excessos de balada, gastos com ítens de tecnologia que não uso, happy hour 3 vezes na semana.

Mas, ó: não sou de longe perfeita! Eu tento ser mais produtiva em tudo que faço, mas a luta e aprendizado é constante aqui, tá?

Referência de leitura: “O segredo de conseguir mais com menos – The Secret of achieving more with less de Richard Koch. Recomendo o texto: “No cotidiano, priorizamos os poucos vitais ou os muitos triviais?”