0
1 In Estilo de Vida

Minha história com o blog

Não consigo falar do blog, sem contar um pouco da minha história de vida.

Vou aproveitar que estamos inaugurando o novo layout e me reapresentar aqui. Quero abrir – de novo – o coração e te contar um pouco de quem sou eu e a minha história com o blog.

Das 9h as 18h eu trabalho em uma consultoria de TI com Processos de Negócios – mas já fui operadora de telemarketing, babá e recepcionista de academia entre outras coisas nessa vida.
Sou formada em Publicidade e Propaganda com especialização em comunicação digital e em Tecnologia de Informação com ênfase em Gestão de Projetos.
Eu já estudei fotografia, design thinking, moda, dança, mitologia, música, teologia, teatro e acho que ainda vou estudar outras mil coisas nessa vida.
Mas, antes da minha vida ser essa que eu compartilho aqui eu precisei mudar todo o meu mundo com pequenas ações de bondade comigo mesma. Foi onde decidi escrever sobre tudo o que me fazia feliz como forma de distração.
Aos poucos, o meu primeiro blog – Coisitas de Luxo – se tornou um blog-bazar que entre as poucas horas na lan house ou na escola me ensinou a construir a minha visão de beleza, moda e consumo.
Hoje eu sei que quando comecei a blogar eu estava vivendo uma época muito triste, mas que foi  transformadora.
Eu era uma menina pobre, com baixa auto estima e complexo de inferioridade que estava batendo a cara na parede. Me despedia do meu Pai e das poucas seguranças que pensava ter. Foi uma batalha achar o caminho de volta a vida depois do luto.
Mas, ao mesmo tempo, com o Coisitas eu ganhei a primeira graninha vinda da Internet. Seguida de várias outras graninhas que salvaram, várias vezes, a vida lá em casa.
Foi nesse mundo de blogs, internet e descobertas que eu comecei a sonhar. Até meus 20 e poucos anos, eu não tinha sonhos e nem sabia que era possível sonhar.
O blog foi minha válvula de escape, eu coloria meus dias falando de moda e beleza, lugares e sabores… Começava assim uma grande mudança na minha vida.
A partir do blog eu comecei a trabalhar com internet, escrever para empresas e construi uma carreira freelancer em comunicação. Nem preciso dizer que os freelas salvaram ($) a vida muitas vezes, né?
Aí a vida seguiu, os freelas se tornaram empregos, depois uma faculdade, especialização e até uma empresa…
O prazer de ter meu espaço virtual nunca me abandonou, mesmo em meio a depressão: escrever me faz mais leve.
Por isso, aqui estamos!
11 anos depois de colocar o meu primeiro blig (RIP) no ar eu continuo escrevendo… Continuo tendo o blog como parte da minha vida.
Há quem não entenda, mas essa é minha história 🙂

You Might Also Like

1 Comment

Let's talk!