0
0 In Estilo de Vida

Lámen em São Paulo é modinha: Hirá Ramen Izakaya

Lámen em São Paulo é modinha Hirá Ramen Izakaya - destaque

Lámen em São Paulo é modinha desde 2016. Temos opções variadas, dos japoneses na Liberdade aos points na Vila Madalena.

Eu nunca havia comido Lámen, 30 anos de quebrada e ainda tenho um mundo pra conhecer. Muito menos havia ido em um IZAKAYA, eu nem sabia o que era.

Naquela quinta feira eu vi uma foto de um Lámen tão bonita no Instagram que fiquei com vontade – a loka das lombrigas. Por coincidência, a noite eu estava em frente ao Hirá Ramen Izakaya e decidi me aventurar.

Primeiro pesquisei o que é Izakaya, né? É um típico bar japonês para beber e comer refeições rápidas, mas completas. Não é petiscar, é comer mesmo. Não é pub, nem barzinho, é uma mistura de Brasil com Egito dos restaurantes japoneses.

O nome “izakaya” é uma palavra composta de “i” (“sentar”) e “sakaya” (“loja de saquê”), o que mostra sua origem como estabelecimentos que vendiam bebidas alcoólicas e permitiam que os clientes se sentassem em suas dependências para bebê-las. Wikipédia <3

Espiei um pouco e olhei o cardápio disponibilizado do lado de fora da casa – ponto positivo. O ambiente é pequeno, mesas bem próximas em frente ao sofá que circula o salão.

Mas, me pareceu agradável, meia luz e mesas disponíveis, entrei.

Na mesa ao lado, um casal falava Francês, Inglês e Português. Tudo ao mesmo tempo com uma garrafa de saquê aberta. Os playboys na outra mesa falavam de drogas e baladas, as patricinhas topzêra da balada tiravam fotos dos pratos. Dois homens com pinta de executivo bebiam e conversavam no balcão.

A garçonete chegou, deixou o cardápio e se retirou.

Óbvio que fiquei perdida, entre os nomes dos ingredientes, molhos e opções eu precisei do Google, de novo. Quando a garçonete chegou ela deu uma explicação bem ruim, que me confundiu um pouco, mas consegui escolher.

– O atendimento não foi ruim, a moça era gentil, mas não se saiu bem ao explicar e o barulho da casa atrapalhou e me irritou um pouco.

Minhas opções foram básicas para conhecer o tal do Lámen em São Paulo no restaurante eleito o melhor Izakaya de 2016 pela Veja Comer & Beber.

Das bebidas eu destaco com louvor o Midori Citrus. Um suco de capim limão, gengibre na medida, limão tahiti e água com gás. Como entrada pedi o Tataki do dia, peixe com molho ponzu, shisso, gengibre e cebola roxa*.

– eu não gosto de gengibre em excesso, mas não pedi para maneirarem a mão e, ainda assim, estava na medida.

Agora o Ramen, Lámen, ou o miojo que subiu na vida como diz o Marco Gomes :).

Das inúmeras opções, o escolhido foi o Miso: macarrão no caldo ton tori paitan, temperado com miso dare, servido com chashu, ovo cozido, takenoko, chingensai, tomate picado e cebolinha*.

O que deacho é caldo ton tori paitan, miso dare, chashu, takenoko, chingensai… Google it! Sim, preferi buscar no celular do que pedir explicações e ficar ainda mais confusa.

Para completar pedi um peixe grelhado da casa, o Sanma que é cavalinha do pacífico grelhada inteira (importada do Japão)*. Que não me ganhou em nada, tem sabor de anchova e eu não gostei da apresentação inteira, espinhosa, com as vísceras e etc.

Lamen em Sao Paulo Hira Ramen Izakaya - Sanma

Fechei com um mix de sashimi do dia, os peixes frescos e bem saborosos em cortes largos, diferente do convencional.

*Informações do cardápio da casa.

De sobremesa a casa tem apenas três opções,  ganha ponto por ter uma sem glúten. Eu escolhi o doce que me pareceu mais apetitoso, o Choux Cream um pãozinho com creme de baunilha. Saboroso eu admito, bem saboroso.

Lámen em São Paulo - Hirá Ramen Izakaya - sobremesa

A luz do local não me ajudou a tirar fotos decentes, por isso recorri ao perfil do Hirá na internet para ter mais fotos no post 🙂

Uma avaliação geral?

Considerando o local, o atendimento, mas principalmente a comida: eu achei tudo SUPERVALORIZADO! Pagamos o preço do bairro badalado, da modinha, mas faltou o fator WOOOOWW na comida. É o fator wooowww que me diz que uma comida vale o preço, entende?

Fiquei desapontada com a modinha do Lámen em São Paulo, me senti enganada pelas fotos de comida. Achei o Lámen gostoso, sim, bem servido, mas o sabor não me ganhou muito não.

Os demais pratos da casa seguem a mesma linha, são saborosos, mas simples, sem aquele sabor que faz a gente voltar na casa. Entendem?

Super comeria Lámen de novo, mas que vou procurar uma casa mais tradicional na Liberdade para ver se acho meu fator wow!

You Might Also Like

No Comments

Let's talk!