0
11 In Vida em Casa

Como fiz meu casamento DIY: passo a passo!

Como eu fiz meu casamento DIY

Meu casamento DIY foi um dos maiores projetos da minha vida! Quando decidi casar já morávamos juntos há 2 anos, eu tive vontade de ter festa e todos os adjetivos mais, a era grana curta e as contas pra pagar.

 Não foi fácil, mas consegui fazer meu casamento DIY e quero dividir um pouco de como foram os preparativos.

Quem sabe ajuda alguma noivinha, né?

Quando casei, fazer casamento DIY não estava tão na moda. Eu encarei o desafio sabendo que não seria fácil, pelo meu perfeccionismo e que eu teria que fazer tudo sozinha.
Família, amigos e pessoas mais próximas não acreditavam que era possível fazer um casamento DIY, falavam que era invenção da minha cabeça. Mas, eu já tinha uma ideia de como eu gostaria que fosse meu casamento e comecei a pesquisar.
  • 17 meses antes do casamento

Quando comecei a ter ideia de como eu queria o casamento eu comecei a pesquisar de forma geral o custo dos casamentos na minha região.

Vi orçamentos de mais de R$100 mil Reais em casamentos TODOS idênticos nas fotos, um formato padrão. Por isso, eu decidi que faria tudo o que pudesse sozinha e que teria um casamento cheio de significado e exclusivo.

Eu fiz uma planilha de planejamento do casamento, planejei todos os possíveis gastos  e, sem correrias, eu fiz tudo respeitando as minhas possibilidades.
Fechei a data, escolhi uma sexta-feira a tarde, até o meu casamento ninguém que eu conhecia tinha se casado numa sexta e ainda mais a tarde. Fiz a lista de convidados em 3 dias, sem surto e sendo prática, só queria os amigos e familiares (ainda assim a lista ficou enorme).
Comecei a direcionar minhas pesquisas para o estilo de casamento que eu queria e já tinha uma ideia de local onde eu gostaria de casar.
  • 15 meses antes

Fechei o espaço da cerimônia e da festa, um sítio que eu pudesse fazer tudo lá com liberdade.
Depois de mais pesquisas e degustações, fechei o buffet. Encontrei um que atendesse todas as minhas exigências (serviço a francesa, coquetel e jantar, com menu simples e bebidas).
O buffet foi a minha prioridade, por isso fechei bem antes e não economizei. Você deve escolher um item pra ser a sua prioridade, seja o local, o vestido ou qualquer outra coisa.
  • 12 meses antes

Nesse meio tempo fui ao salão de noivas do ABC conheci fornecedores de todos o tipo e peguei muitos cartões. Eu voltei em alguns fornecedores depois e essas feiras são ótimas para isso, mas não vale cair no conto da oportunidade única para a feira, só feche se realmente for algo que te conquistou.
Fechei foto e filmagem – com a 1º equipe e eu sabia que teria uma 2° equipe ainda. Aí precisei parar e respirar um pouco (pagar os boletos, né?). Foi uma pausa estratégica, para começar pagando as coisas mais caras.
Eu me planejei para em alguns meses não fechar nenhum contrato, mas visitar vários fornecedores em potencial para somente conhece-los e me decidir mais adiante.
  • 10 meses antes

Comecei a juntar garrafas de vidro para a decoração e a planejar a lua de mel, cotando opções de pacote e cotas de presentes. Eu decidi por fazer tudo por conta, então pude gastar menos que em agências de viagem.
Escolhi os padrinhos, pajens e damas e a cartela de cores que eu usaria na decoração. Eu mesma fiz a arte do meu convite de casamento, com uma ajuda de uma amiga que já trabalhou como designer, pois eu queria vetorizar uma imagem única e que ninguém pudesse copiar, escolhi pessoalmente as fontes da identidade visual e o papel de impressão do meu convite.
  • 8 meses antes

Comecei a procurar a roupa ideal para o noivo, crianças e para mim: claro! Aqui a pesquisa foi rápida porque eu já sabia bem como seria o “dress code” do casamento.
Fechei DJ, iluminação cênica, músicos para a cerimônia e a 2º equipe de fotografia.
  • 6 meses

Fechei maquiador e cabeleireiro da cidade de Mauá (onde eu morava). Comecei a comprar os itens de decoração e a fazer as lembrancinhas que foram artesanais.
Fechei as roupas do noivo em um alfaiate, mandei fazer 2 ternos sob medida e que juntos custaram o preço de um aluguel de um fraque aqui na minha região.
Escolhi a lista de musicas da cerimônia e com a ajuda da responsável pelo coral tivemos uma ideia de como seria o grande momento: com oração e muito significado.
  • 4 meses

Procurei uma gráfica especializada em convites de casamento e fechei a impressão de tudo: convite, tags e convites individuais. Saiu bem mais em conta fechando tudo junto, mas pesquisei muito antes de fechar.
Fechei a roupa da dama de honra e pajem – sem as mães das crianças, lembra que eu falei que não tive ajuda? Foi tenso!
Escolhi os vestidos das madrinhas com elas na José Paulino, as minhas 3 madrinhas escolheram vestidos na altura do joelho e eu achei ótimo que elas estivessem a vontade.
Comprei meus acessórios de cabelo e jóias.
Encomendei os bem casados num ateliê de nome no ABC, com um preço ótimo porque conheci eles na feira e estava falando com eles hámuito tempo, na hora de fechar rolou desconto!
  • 2 meses

Fechei uma assessoria não convencional, eu encontrei uma equipe que seria o meu staff. Nenhuma assessoria convencional aceitou o fato de que eu faria minha decoração no dia. Contratei 3 pessoas para ser uma equipe de apoio mesmo, eles foram meus braços e olhos.  Combinei com eles que somente 3 horas antes do casamento eu sairia de cena e seria a noiva e assim foi feito!
Provei vários vestidos, dos mais caros aos mais baratos e não bateu aquele amor. Escolhi ter um modelo único, importado por mim da Austrália, o que diminuiu meu custo em 80%.
Comprei meus sapatos e os do noivo, no shopping mesmo e usamos até hoje. Nos 45 do segundo tempo eu comprei um segundo vestido para a festa, eu esperei para saber se os gastos estariam no limite.
Decidimos fazer a da lua de mel: compramos as passagens e fiz o roteiro com 3 destinos internacionais.
  • 1 mês antes

Marcamos o civil e a Paroquia de São Jorge confirmou que poderia celebrar a benção do casamento fora da igreja.
Fiz o kit festa: cartazes para photoboot, carinhas, bigodes, placas e etc. Aqui eu já sabia as flores que compraria, como queria meu bouquet e como faria a decoração no dia. Minha dica é tome decisões, faça escolhas, mas seja flexível se precisar mudá-las.
Comprei meu vestido para o civil e fizemos o ensaio pré-casamento, eu usei as fotos desse dia na decoração. Contratamos uma fotografa iniciante daqui do ABC que arrasou nas fotos e, por isso, fechamos com ela a cobertura do civil que nós não faríamos.
Comprei também no Groupon alguns brigadeiros gourmet para a mesa do bolo, foi uma doceira do ABC que fez brigadeiros deliciosos de pistache, tradicional, morango, café e limão que decoraram a mesa.
  • Alguns dias antes

Nos dias finais eu terminei de limpar as garrafas e meu tio e padrinho de casamento me ajudou a pintar. Decoramos todas na casa dele onde varias pessoas vieram ajudar, algumas pessoas que nem me conheciam.
Comprei no Mercado Livre chaveiros em formato de sapatinhos para as convidadas, eles chegaram e eu colei um a um nas tags.
Contratei uma equipe de bartenders para ter um bar de drinks, dei como um presente para o Excelentíssimo (e pra mim) com uma sobrinha de verba!
Minha cunhada buscou na 25 de março a gravata de corte do noivo, que eu estava quase esquecendo.
  • 1 dia antes

Fomos só nós dois e nossas mães casar no civil de manhã, depois tomamos um café e focamos nos preparativos finais.
O vestido da festa chegou em cima da hora, não me desesperei pois usaria facilmente o mesmo da cerimonia, mas fiquei muito feliz com a Fedex um dia antes do casamento no meu portão.
Busquei as roupas da daminha e do pajem e os galões de gás hélio para os balões da decoração.
Fechei a hospedagem da viagem de lua de mel e o carro para nos levar do aeroporto para o hotel na primeira cidade. Tudo isso 1 dia antes, na maior calma. Eu estava monitorando os preços sabia que iria pegar o menor se fechasse naquele dia!
As 23h do dia anterior ao casamento saí de casa, numa Kombi surrada e fui para o CEAGESP comprar flores: voltei pra casa as 05h da manhã e as 08h estava a caminho do sitio para casar!
Comecei as montagens dos arranjos nas garrafinhas, o pessoal do buffet foi montando as mesas, meu marido carregando os bancos da cerimonia. Os queridos Wanderson e a Jéssica Jhoy (cabeleireiro e maquiadora) me ajudaram com os arranjos, a equipe de staff (3 mulheres e 1 homem) chegou e montou o restante do jeito que eu pedi.
Eu estava muito bem disposta, com olheiras, mas escolhi a melhor maquiadora que eu conheço pra dar conta e não senti um pingo de sono.
Algumas horas antes do casamento me despedi do noivo e só voltaria a vê-lo no altar.
Nos arrumamos separados e ele tomou seu banho na sala reservada e eu ainda relaxei alguns minutos na banheira.
E, de última hora, eu convidei meu irmão para acompanhar minha mãe e me levar até o altar.
Durante todos os preparativos e especialmente no dia do casamento eu ouvi várias vezes que era impressionante como eu estava calma e como tudo estava em paz. Isso foi muito gratificante!

Ufa, valeu muito a pena, viu? Fiz tudo do bom e do melhor, sem me enforcar para pagar.

Planejar um casamento sozinha requer muita atenção e dedicação. Não existem fórmulas prontas, você vai precisar achar o seu jeito de fazer acontecer.

Mas, acredite em mim, cansa, dá trabalho, mas eu tive um casamento DIY para 250 pessoas e não gastei nem perto dos R$ 100 mil reais da primeira pesquisa.

Eu achei um site hoje pena que já casei, mas eles tem muita foto linda de casamento DIY para te inspirar (clica) e tudo que eu já falei sobre casamento está aqui no blog (clica também).

You Might Also Like

11 Comments

  • Reply
    Evelyn Lobo
    junho 1, 2015 at 11:01 pm

    Lis admiro muito sua capacidade de se planejar e executa, quando crescer quero ser igual a você rsrsrs
    Fiquei curiosa para ver as fotos, deve ter sido mesmo um grande dia, imagino o quanto se sentiu orgulhosa de você mesma por ter conseguido realizar tudo com seu próprio esforço e do seu marido é claro.

  • Reply
    Caroline Reis
    julho 1, 2015 at 10:09 pm

    Poxa, seria super bacana se vc postasse as fotos do seu casamento. Tô precisando de inspiração rsrsrs

  • Reply
    Lília Brito
    julho 12, 2015 at 4:23 pm

    Olá! Achei muito legal a sua históriia! Parabéns!!! Também estou querendo fazer um casamento DIY, porém com um tempo apertadíssimo, pois será ainda esse ano ! Tenho em mente uma pegada rústica, com pallets, caixas de frutas, garrafas com flores (long neck para centro de mesa), fotos também. Será num sábado… Vc poderia fornecer dicas de como montar a planilha que citou e falar mais ou menos o valor que vc gastou?
    Agradeço muito, abraçoos! <3

    • Reply
      Estilo pra Vida
      julho 15, 2015 at 2:17 pm

      Lília, estou preparando uma série completa de dicas sobre o casamento DIY <3

  • Reply
    Thaillinne
    setembro 28, 2015 at 2:55 pm

    Faltou as fotos né?
    Fiquei na imaginação

    • Reply
      Estilo pra Vida
      setembro 28, 2015 at 3:37 pm

      Oh linda eu não mostro muitas coisas pessoais aqui, mas tô pensando em mostrar tudo do meu casamento porque muita gente pede!

  • Reply
    Jéssica Mari
    setembro 15, 2016 at 4:58 pm

    Oi, sou do ABC e tbm planejo um casamento DIY, vc citou que montou uma planilha com os gastos e planejamento, sei que pode ser muita ousadia mas vc poderia me passar a planilha? Ou ao menos o modelo dela? Já criei algumas mas sinto que ainda falta bastante coisas, sou estudante de psicologia e técnica em eventos mas e o medo de dar tudo errado? Rsrs tenho 14 meses até o casamento então tenho que correr, somente tenho definidos a lista, local da cerimônia e da festa e a paleta de cores que será utilizada, minha grande questão é a decoração, tenho muitas ideias podem nem sei como começar e nem faço ideia do custo que isso irá gerar, vou ler seu blog INTEIRO kkkk e usar muita coisa para que o grande dia seja o mais próximo de perfeito possível, grande beijo!

  • Reply
    Gabriela Rodrigues
    novembro 27, 2016 at 10:10 pm

    Ainda bem que minha imaginação é fértil. hahahaha. Só faltou as fotos. Que me inspirar, pois vou casar em breve. Queria muito ver as fotos. Já tem um post com elas? Me mande o link. ^^ Primeira vez que visito o blog e amei logo de cara. Tudo muito fofo e delicado. Parabéns!

  • Let's talk!