Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
0
Browsing Category

Vida em Casa

1 In Vida em Casa

Receita | Bolo de Banana fácil e saudável – sem glúten, sem açúcar, sem óleo e sem lactose!

Bolo de Banana Fácil e Saudável

Eu inventei essa receita de bolo de banana fácil e saudável dia desses, no almoço saudável que eu fiz aqui em casa. As convidadas eram exigentes, minha mãe e minha madrinha e meu talento na cozinha é limitado. Mas, o resultado ficou incrível e foi aprovado!

Quando digo que o bolo é fácil não é só para chamar atenção não! É que eu só sei fazer coisas fáceis na cozinha mesmo. A minha ideia era fazer um bolo de banana fácil e saudável, que não tivesse nada além de muito sabor.

Adaptei a receita de bolo simples com ingredientes que tenho em casa e me baseei na minha reeducação alimentar. Por isso o bolo ficou sem glúten, sem açúcar, sem óleo e sem lactose.

Eu mesma achei que eu me superei nessa! Ficou leve, saboroso e foi tão simples de fazer que eu estou orgulhosa de mim!

Tentei fotografar o passo a passo, mas né? Sou desastrada e não deu muito certo, mas com a receita passo a passo você consegue fazer em casa sem problemas.

Ingredientes:

Adapte ao que você tem em casa, ok?

6 bananas prata

4 ovos

2 xícaras de adoçante diet de forno e fogão

2 xícaras de farinha sem glúten – de arroz e mandioca

1 xícara de leite sem lactose

1 colher de sopa de fermento em pó

Canela a gosto

Modo de preparo:

Agora vocês vão ver o que é um bolo de banana fácil de verdade! Basicamente bati tudo na batedeira, mas poderia ter sido no liquidificador. Simples assim!

Comecei batendo as claras em neve, mas isso é opcional, eu sempre faço bolo com clara em neve.

Bolo de Banana Fácil e Saudável

Acrescentei a gema e bati em alta velocidade por 3 minutos para não ficar com cheiro de ovo. Adicionei o adoçante mexendo lentamente.

Como a farinha sem glúten é mais leve e não tão seca quanto a de trigo eu fui colocando aos poucos e mexendo suavemente. Coloquei metade do leite e mexi por mais 2/3 minutos. A outra metade do leite eu usei para dissolver o fermento – também é opcional, mas eu sempre faço.

Misturei o fermento na massa usando a função misturar, que é um movimento bem leve.

Amassei 4 bananas e misturei ainda suavemente. Fui colocando canela a gosto na massa e mexi até ficar uniforme.

Untei a forma com um papel de manteiga e polvilhei mais canela em pó para formar aquela casquinha.

Bolo de Banana Fácil e Saudável

Cortei as 2 bananas restantes em rodelas e coloquei uma parte do fundo da form, preenchi com a massa e coloquei mais rodelas de banana por cima.

Assei em forno médio, 170°, por aproximadamente 50 minutos.

Essa receita de Bolo de Banana fácil e saudável rende uma forma grande. Eu usei a forma média e o bolo ficou super alto e quase transbordou.

Além de servir no café da tarde pras minhas musas da vida eu ainda comi de lanchinho durante a semana. Me ajudou com a vontade de comer doce e fez sucesso na firma.

Bolo de Banana Fácil e Saudável

O blog é o melhor lugar pra registrar essas memórias!

1 In Vida em Casa

Almoço Saudável – sem glúten, sem açúcar, sem óleos e sem lactose.

Almoço Saudável - sem glúten, sem açucar, sem óleos e sem lactose - massa

Um domingo desses eu recebi em casa, minha mãe e minha madrinha e tive vontade de fazer um almoço saudável pra elas.

Elas merecem só o melhor e cuidar delas, mesmo que só um pouquinho é um prazer da minha vida.

Eu queria também mostrar que dá pra fazer comida gostosa sem glúten, sem açúcar, sem óleos e sem lactose.

As duas são senhoras de idade e a saúde delas pede atenção, mas é difícil mudar a forma delas cozinharem e mudar o paladar de quem vive com elas. Por um dia, eu quis fazer um almoço simples, saudável e com tudo que elas sempre comeram e cozinharam em casa.

Eu acredito que mais do que falar em dieta, do que pode ou não pode comer, você ajuda muito mais ensinando com exemplos.

Se alguém na sua família precisa melhorar de hábitos faz um almoço saudável pra essa pessoa, mostra que dá pra comer bem e com prazer sendo saudável.

Sem pressão, comendo com prazer e leveza, sabem? Aos poucos vira um hábito e não uma doença!

Em casa só tenho opções de comida saudável, com mais ingredientes naturais e quando cozinho é só comida de verdade.

Eu mudei e tenho pra mim que foi a melhor mudança que eu fiz.

Não sou expert em culinária saudável, mas as mudanças básicas que fiz nos últimos meses ajudaram muito a minha saúde e quero espalhar isso pro mundo, começando pela minha família.

Claro que eu faço minhas concessões, um bom vinho, refrigerante de vez em quando, chocolates, bolos e sorvete são minhas delícias.

Tudo bem equilibrado e com moderação: esse é o segredo.

Voltando ao almoço saudável eu adaptei receitas de comfort food de domingo, foi comida saudável e do coração, sabem?

Seja na minha mãe ou na casa da madrinha domingo era dia de macarrão com frango. Esse era o menu especial pra todo mundo, que eu amo de paixão!

Eu adaptei com muita simplicidade – por que eu não sou a Bela Gil né mores?! – e em 1 hora um almoço saudável e com sobremesa estava servido!

Escolhi uma massa de macarrão integral sem glúten, com molho de tomate perinha e com queijo gouda ralado – que tem lactose, mas foi só um pouco.

Complementei com legumes picados e cozidos ao vapor e depois salpicados de temperos. Vagem, cenoura, aspargos e batata com um toque de pimenta do reino, cominho e especiarias.

Quase tudo foi sem sal adicionado porque os temperos já dão o sabor e quando usei sal, foi o sal rosa do Himalaia que é o que tenho em casa.

Almoço Saudável - sem glúten, sem açucar, sem óleos e sem lactose

O frango assado com batatas, veio do açougue do bairro. Eu sequei o óleo com papel toalha, reguei com água saborizada dos legumes e levei ao forno para secar mais – tirar todo o óleo. Servi para minhas convidadas sem pele 🙂

Deixei tomate perinha na mesa pra quem quisesse ter aquele PLOC do tomate junto com a comida.

Como a vida não pode ser chata tivemos sobremesa com cara de casa de mãe, mas com minhas adaptações!

Foi arroz doce sem açucar refinado e todo feito sem lactose – com leite condensado diet e lac free. Mamãe foi pro fogão comigo, por que o arroz doce dela é o melhor da vida e ficou encantada em como a receita ficou mais leve e nada enjoativa, mas disse que acha muito caro esses produtos que eu compro.

Triste realidade 🙁 não posso deixar de concordar.

Para o chá da tarde inventei um bolo de banana sem glúten, sem lactose, sem óleo e sem açúcar. Receita que eu inventei mesmo, peguei as aquantidades dos bolos comuns de massa caseira e foi mudando.

Foi um domigo delícia, de coração quentinho, barriga cheia e comendo limpo!

As receitas são todas adaptações minhas, da minha cabeça mesmo, enquanto eu cozinho sempre mostro no stories, segue lá: lis.lifestyle.

Que tal você se inspirar e fazer um almoço saudável pra você e sua família?

7 In Vida em Casa

Como montar um cardápio semanal simples e prático?

Cardápio Semanal Simples

Eu te explico como montar o seu cardápio semanal simples e deixo o meu primeiro modelo no final do post.

Mesmo antes de mudar meus hábitos eu já planejava as refeições da semana, só assim consigo comer com mais de qualidade. Ter um cardápio semanal simples ajudou minha reeducação alimentar e, de quebra, eu economizo (bastante) nas compras.

Quando comecei a pesquisar um cardápio semanal não achei nada que fosse simples e prático para a minha realidade. Os cardápios semanais “simples” que achei na internet não levam em conta que nem todo mundo tem/quer ter um HIPER repertório na cozinha.

Na vida real a gente sabe que quanto mais difícil ou complicado menos a gente consegue seguir. Um dia o ônibus quebra, o trânsito para, a criança te atrapalha ou você só não quer fazer nada que demore mais que 30 minutos no fogão.

Foi pensando e vivendo a vida real de mulher que trabalha, estuda e tenta viver uma vida mais saudável que eu criei o meu jeito de montar um cardápio semanal simples e prático.

Para montar meu cardápio eu segui alguns passos simples que ninguém te ensina, mas a vida real aqui me ensinou!

1) Organize a geladeira

Minha ideia foi usar o que já tinha na geladeira e ir complementando com as compras semanais. Foi quase 1 mês de refeições com compras pontuais, gastando menos de R$ 50 no mercado.

Desperdício não é comigo. Então no começo rolou polenta, picadinho, macarrão com bacon e ovo. Mas, deu certo e depois comecei a ter um cardápio mais nutritivo.

Dica da minha vida pra sua: eu adaptei as refeições aqui de casa pra todo mundo ser feliz.

Proteínas, vegetais e legumes são iguais pra todo mundo!

2) Comece com receitas fáceis

Vou ser sincera, nunca consegui fazer um banquete depois de uma jornada de trabalho. Uso receitas simples, mas gostosas, com coisas que eu posso fazer em 30 minutos ou 1:30h, no máximo.

Vai por mim, ter um cardápio semanal simples é para facilitar a vida. Qualquer receita que tome muito tempo não vai cumprir esse objetivo. Deixe as coisas mais complexas para um dia especial.

A dica que ninguém dá, mas fez toda diferença pra mim:

3) Faça a lista de compras junto

Não adianta pegar um cardápio pronto e no dia a dia perceber que não tem nada em casa para fazer as receitas. Por isso, é importante ter aquela revisão na geladeira e fazer o primeiro planejamento só usando o que já tem.

Isso ajuda a economizar, mas também te ajuda a saber o que funciona ou não pra você.

O meu primeiro cardápio foi bem simples e nada 100% saudável. Mas, eu não acho certo lotar a geladeira e desperdiçar o que já temos, né? Foram semanas de adaptação e depois a mudança acontece naturalmente.

O segredo para montar um cardápio semanal simples e eficiente é: não pensar isoladamente. Não pense só em você, não pense só em economia, não pense só em comprar comida. Pense no todo!

4) Variações e complementos

Eu pesquisei muitas receitas para acrescentar novos sabores e melhorar a alimentação em casa. A internet está cheia de receitas ótimas, então pesquise para inovar.

No meu cardápio semanal eu sigo uma estrutura básica e vou variando os ingredientes e os modos de preparo. Além das refeições “pra semana” eu coloco alguns extras no final de semana ou quando tenho mais tempo.

Dica extra: monte a estrutura das suas refeições, depois é só ir misturando ingredientes, sabores e opções.

A minha estrutura de refeições é sempre: vegetais, legumes e proteína – carboidrato só para o Excelentíssimo. Nos lanches só coloco coisas simples de carregar na bolsa e deixo receitas especiais para quando tenho mais tempo.

A planilha é bem simples de usar e ela te ajuda a montar o cardápio semanal em no máximo 5 minutos.

Como usar a planilha do cardápio semanal simples:

  • Dia 1 – escolhi um Sábado.

Tire um tempo para organizar a geladeira e a despensa.

Anote tudo o que tem na lista de comidas – aqui você já começa a separar o que é proteína, complemento e as opções de lanche, etc.

  • Dia 2 – Domingo:

Pesquisei receitas com o que tinha em casa e cozinhei para a semana.

Na verdade eu deixo o que for possível pré-cozido para ter sempre comida fresca em casa. Corto legumes, higienizo as folhas, tempero frango/peixe/carne e congelo.

Monto em marmitas de vidro com tampa hermética e congelo.

Ao longo das semanas eu vou variando os modos de preparo, por exemplo com o frango temperado pré-cozido eu faço: picadinho com legumes, na grelha com aspargos, desfiado com abobrinha, etc…

A melhor parte desse cardápio simples e de seguir esse planejamento por semana é que mesmo quando esgotar as suas possibilidades de receita, você vai ter sempre comida quase pronta na geladeira.

Só quem é assinante do blog tem acesso aos FREEBIES da área exclusiva e recebe meus e-mails de vez em quando.

Assinando a newsletter do blog você recebe um código mensal para baixar todos os cardápios e planilhas que eu já disponibilizei no blog.

Para baixar o cardápio mensal clique aqui, mas se inscreva na newsletter para ter acesso clicando aqui e preenchendo o formulário.

1 In Vida em Casa

Refeições rápidas e saudáveis

Como montar refeições rápidas e saudáveis?

Meu cardápio de Agosto segue as premissas do mês passado: refeições rápidas, com qualidade.

Depois que passa o primeiro semestre o ano começa a voar, né?

Pra ganhar mais tempo eu penso as minhas refeições de forma simples e organizada. Apesar de comer muito no carro e na rua, eu consigo manter a reeducação alimentar organizando refeições rápidas.

Comecei a me organizar para montar os cardápios, pensando em grupos de comida. Por exemplo: no cafá da manhã eu preciso de 1 bebida, 1 snack, 1 fruta e um complemento.

Fica muito mais fácil pensar em grupos de comida e depois ir escrevendo o seu cardápio por semana. Já disponibilizei algumas opções de cardápios prontos para baixar. Você pode fazer download e imprimir para usar como quiser 🙂

Se você não precisa de tudo isso no café, pense nas suas necessidades e separe por grupos. Meu café da manhã é básico, começo todo dia com 1 copo de água com limão, depois faço variações assim:

  • 1 bebida sem lactose: leite ou iogurte.

Como snack eu gosto de biscoitos de arroz ou torrada sem glúten. Complemento com geleia ou queijo (ou puros pra não enjoar).

As variações que eu faço são:

  • 2 fatias de queijo branco sem lactose.
  • Café.
  • Fruta.
  • Suco ou água de coco.

São opções fáceis e rápidas para carregar na marmita no carro, comer no ônibus ou em casa. Como eu tomo café no carro, não dá pra ter muita opção, tem que ser simples e eficiente.

Já para o almoço meus grupos são: verduras, legumes e proteína. Na marmita, no self service ou em casa meu almoço é focado em ter a menor quantidade de carboídrato possível.

Como eu almoço todo dia em restaurante minhas opções são:

  • Alface, cenoura, rúcula, berinjela ou beterraba, frango/carne ou ovo, arroz integral ou batata inglesa.

Depois que acostumei a fazer esse prato simples eu tenho me sentido bem mais disposta a tarde. É uma refeição leve e completa, não preciso pensar e nem escolher muito.

Se eu fosse fazer meu almoço em casa escolheria as mesmas opções, por serem rápidas de fazer e simples. Quanto menos tempo fico olhando as opções, menos vontade de sair da reeducação alimentar.

Se me der muita vontade de um doce, escolho uma sobremesa pequena (copinho de café com gelatina) ou um chocolate 80% cacau.

Em casa, é a mesma coisa, faço no final de semana uma gelatina sem açúcar ou compro chocolate. Sempre em pequenas porções.

Nos lanches, como no escritório não tenho copa/cozinha, precisa ser algo fácil de comer. Não dá tempo de sair e fazer um lanche de verdade, nem poderia comer na mesa. A única opção viável são as frutas ou barrinhas de proteína com uma xícara de café ou chá.

No jantar eu sempre quero comer coisas gostosas, mas tem que ser rápidas de fazer. Escolho não passar mais que 1 hora preparando o jantar. Como eu chego tarde, quanto mais demorar o jantar mais tarde eu como e mais tarde vou terminar meu dia.

Por isso eu dividi, além dos grupos de comida, dias da semana para cada complementos. O que muda é a forma de preparo, para ficar mais atrativo, né?

No Instagram stories eu mostro passo a passo das minhas receitas rápidas para o jantar.

Há umas 3 semanas eu decretei que segunda-feira é dia de peixe no jantar. Faço shimeji, sushi ou sashimi para acompanhar, dependendo da vontade.

Na hora de comprar escolho filés de peixe mais altos para ir ao forno. Os filés mais finos ficam mais secos. Seja no molho ou empanado, leva no máximo 40 minutos para ficar pronto. O shimeji em 10 minutos está feito, já sushi e sashimi é só cortar: 15 minutos, se eu não comprar pronto fresquinho.

Em 50 minutos tenho um jantar especial em plena segunda-feira: pra abrir a semana com estilo!

Além disso, tenho sempre um suco pronto sem açucar ou água de coco de boa qualidade em casa. Deixo também pedaços de fruta congelados para bater no mixer. Se eu quiser fazer suco em menos 10 minutos, tá pronto.

Terça, quarta e quinta eu tenho compromissos a noite, então é dia de refeições super mega fast. Aquelas que nem preciso pensar para fazer.

  • As opções são: legumes, proteína, verduras e 1 carboidrato.

Enquanto refogo os legumes, o frango está no forno com pimenta e sal.

Ovo é sempre opção aqui em casa, mexido, omelete ou cozido. Completa com uma salada ou com legumes com molho de ervas finas e não fica nada sem graça.

Outra opção, fora da minha reedução, mas rápida é macarrão sem glútem. Esses dias mostrei no snapchat com molho de atum e tomate, mas ao alho e óleo com frango em tiras é uma delícia.

E picadinhos?  De carne, frango ou strogonoff. Sempre salvam em dias corridos!

Refeições mais rápidas que essas não há, mas tenho várias opções para você montar o seu cardápio de forma simples e rápida.

Seguindo essa disciplina dá pra ter uma vida feliz e equilibrada com a comida.

Para mim, a melhor forma de pensar refeições rápidas é anotando essas opções e grupos de comida.

Assim, eu não preciso ficar pensando o que cozinhar todo dia. Se vou ao mercado eu já sei o que comprar e quanto comprar. Além de praticidade é uma forma ecônomica de se organizar e fazer refeições rápidas.

11 In Vida em Casa

Cardápio para Imprimir | modelos para baixar e dicas para montar o seu!

Cardápio para Imprimir - em branco

Esse vou deixar aqui para download modelos de cardápio para imprimir.

Ainda te conto como eu faço para organizar minhas refeições quando a vida está uma loucura. Vocês sabem que aqui é vida real, né?!

Eu peguei alguns trabalhos extras que me pediram dedicação total nos últimos 20 dias. Sai totalmente da minha rotina.

Sem hora pra dormir, comer, só pra levantar e bater cartão.

Não estou reclamando, viu? É justamente nesses momentos que eu percebo o quanto sou feliz com a liberdade que tenho.

Esse mês eu não tive tempo de sentar e pensar o cardápio mensal, então a saída foi improvisar! Para dar conta de tudo, eu precisei colocar minha disciplina em prática.

Fiz o meu modelo de cardápio para imprimir em branco, eu me dou a liberdade de escolher quando cozinhar e sempre escolho receitas fáceis sem descuidar da reeducação alimentar.

Eu tenho um mini repertório de comidinhas rápidas (gostosas and saudáveis) é simples e faço uma refeição completa em menos de 1 hora.

Por isso comecei olhando geladeira e dispensa, anotei o que faltava e organizei as refeições que eu poderia fazer em 30/50 minutos.

Imprimi meu cardápio, em branco e preenchi com as receitas mais simples que vieram a cabeça. Sem ordem exata, fui colocando, como um banco de reservas.

  • para imprimir os cardápios clique na imagem, salve no seu computador e imprima 🙂

Cardápio_para_imprimir

Quando eu chego em casa eu decido se vou ou não cozinhar, olho no cardápio as opções e escolho o jantar do dia. Como já tenho tudo em casa vou agilizando a organização da cozinha e fazendo o jantar.

A primeira dica para você montar um cardápio rápido é:

  • Pense em todas as receitas que você sabe de cabeça. As mais simples são as melhores, tipo strogonoff, picadinho de carne, fillets e grelhados.

Divido a refeição assim:

  • Pratos principais: Arroz, macarrão, purê e sopa.
  • Complementos: legumes, carne, frango, peixe.
  • Extras: salgados, lanchinhos, pães, molhos, saladas.

Parece pouco, mas não é, lembre-se: é um cardápio de emergência. Anote no cardápio impresso somente opções que levem pouco tempo para ficar prontas.

Você vai montando as refeições combinando as 3 coisas, de acordo com sua disposição.

CARDÁPIO_modelo

A segunda dica é para você que tem crianças ou pessoas que realmente dependem de você cozinhar para comer. Ou, caso você não possa se dar ao luxo de um delivery.

  • Simplifique, reutilize receitas e não jogue comida fora.

Arroz de ontem esquentado no vapor fica como novo. Um purê amanhecido, esquentado na manteiga com frango/carne desfiada bem temperadinha é uma delicia.

[Tweet “Não subestime o poder do ovo, minha gente! Ovo, frito, cozido, mexido, omelete, com carne moída, com lingüiça, com legumes, com arroz, com pão.”]

menu-semanal-vermelho

A terceira dica é:

Use a mágica da disciplina com liberdade: chegou em casa cansada? As crianças podem jantar um lanchinho natural, seu marido pode comer na padaria e tá tudo bem! Liga pra um delivery, sem culpa! Se puder escolher uma coisa mais saudável, bem! Se não: coma o que quiser e se dê esse prazer.

Cozinhar e comer não podem ser momentos de obrigação, sempre tem que ser com prazer e equilíbrio.

[Tweet “No meio da correria, encontrar momentos de prazer nas pequenas coisas é o que faz a vida valer a pena!”]

Eu gosto de ter cardápios bonitinhos, impressos e colados na geladeira. Além de me lembrar de cozinhar e é uma fofurice minha. Mas, você pode imprimir os mais simples ou usar uma folha em branco mesmo.

Cardapio_Mensal_Xadrez_2 cardapio_Mensal_Chevron_Colorido_2

Para salvar os modelos de cardápio para imprimir clique neles, abra a página e pronto :).

Duas opções de cardápio para imprimir direto do meu Pinterest, se alguém souber quem criou, me conta pra eu dar os créditos certinho!